Voluntários pedem apoio para manutenção de mudas para reflorestamento da Chapada Diamantina

Após os incêndios que consumiram grande parte da flora da Chapada Diamantina, muitas doações foram destinadas à região.

Entre elas estão mudas de espécies nativas da vegetação local, como as conseguidas por Diogo Borges, visitante de Santo Antônio que costuma ir à Chapada regularmente. De janeiro até março, Diogo já conseguiu mais de duas mil sementes de mais de oito espécies diferentes através da empresa Ecológica Soluções Ambientais. Ele diz ter enviado sementes para as Unidades de Conservação de Ibicoara, da Serra do Araújo, em Seabra, e a Coração da Chapada, em Ituaçu. Borges acredita que empresas poderiam ajudar com esse processo de reflorestamento da Chapada e colaborar de alguma forma. Segundo ele, as Unidades de Conservação precisam de apoio financeiro, de doações, uma vez que as mudas precisam de cuidados até estarem prontas para plantio, o que tem um preço elevado.

Jornal da Chapada

Escreva Um Comentário