VÍDEO COMPLETO – Fabíola Barros – Flagrante de Traição em MG

A senhora que é mãe de duas lindas meninas não conseguiu pensar em nenhum momento na sua família antes de sair por aí liberando para o marido de sua cunhada?

Pois é meu povo, a Fabíola Barros é uma mineira que é casada, funcionária do Banco Santander e também ex estudante da Estácio de Sá de BH. A moça jogou tudo pro alto quando se deslumbrou pelo poder aquisitivo do marido da irmã de seu “leão”.

A confusão foi muito grande. Foi um verdadeiro escândalo, uma loucura.

Vejam as cenas:

fabiola2

Nesta terça-feira (15), a internet foi surpreendida com mais um vídeo chocante. Um homem da cidade de Betim, em Minas Gerais, identificado apenas como Cadu flagrou a própria esposa entrando num motel com o seu melhor amigo.

A mulher, identificado como Fabíola, e o amigo, chamado de Léo, estavam dentro de uma caminhonete preta na entrada do motel. Um terceiro amigo fez questão de gravar o episódio e divulgar as imagens. Ele ainda foi o responsável por narrar o ocorrido.

O rapaz, descontrolado, chegou a agredir a moça. Segundo ele, teria desconfiado do envolvimento da esposa com o melhor amigo graças a conversas que os dois vinham mantendo no whatsapp.

Fora de si, Cadu prossegue o vídeo quebrando o carro do amigo e questionando há quanto tempo os dois estão dormindo juntos.

“Eu confiava demais em você para fazer um negócio desses. Eu esperava qualquer coisa dela, mas de você eu não esperava”, desabafou o rapaz traído para o amigo.

“Nós íamos passar o Natal juntos. Eu nem imaginava um trem desses”, completa o amigo cinegrafista.

Na internet, as opiniões se dividiram, no entanto, não houve quem defendesse a moça.

“Se fosse no interior da Paraíba o corno já estaria lambendo a faca com o sangue do gordinho”, brincou um internauta. “Quando as feministas lutam para as mulheres terem os mesmos direitos que os homens, não é para confundir com o ser canalha, traíra e vagabunda. A intenção é evoluir”, comentou outra.

Houve também que observasse os aspectos legais da filmagem e da publicação.

“Ele bateu na mulher e acha que se chamar a polícia, ele é que não vai em cana? Quebrou o carro do cara e acha que isso também não é crime?”, questionou uma seguidora. “O amigo do cara jogou o vídeo na Internet e acha que isso também não dá em processo por divulgação de imagem? Pior, imagem do marido corno batendo na esposa traidora”, problematizou.

Escreva Um Comentário