Um drama na fila do banco – Textos engraçados

  • Cara! Nem me fale de banco. Falou o primeiro amigo.

  • Pois é! Mas não tem jeito. Eu também não gosto, mas todo mundo tem que pagar as contas. A gente precisa do banco. O que ninguém merece é esse negócio de pegar fila. A gente não agüenta mais pegar fila para tudo. O negócio está complicado… Comentou o segundo amigo.

  • Só de ouvir você falar nisso eu já estou me lembrando de um dia que eu ainda trabalhava numa empresa de cobrança e estava quase na hora dos bancos fecharem. Eu estava dentro de uma agência e ainda precisava ir até o outro banco que ficava na mesma rua. Quando eu vi que não ia dar tempo eu perguntei ao segurança se ele me deixava pegar a fila dos idosos porque lá só tinha duas pessoas. Beleza! O carinha foi super legal comigo e acabou concordando.

Meu! Naquele dia eu estava pra lá de azardo. Olha só o que aconteceu. Quando o tiozinho que estava na minha frente chegou ao caixa ele sacou um baita pacotão de contas e jogou pra cima do coitado do caixa. Eu olhei aquilo e na hora já me bateu aquele desespero. O caixa então, coitado do cara, o cidadão quase teve um colapso. O tiozinho devia ser o oficce boy mais antigo do Brasil. Cara, que nervoso que deu, Eu fiquei tão estressado com aquela situação que a única coisa que eu conseguia fazer era dar risada. Dar risada para não chorar né?

  • E aí? Conseguiu fazer o que você tinha que fazer no outro banco?

  • Claro que não. Aquele dia foi dose. Aquele tiozinho sacando aquele pacote de contas gigante eu nunca mais vou esquecer. E também não vou esquecer a cara de desepero que o coitado do caixa fez quando ele viu aquele singelo senhor sacando aquela pequena surpresa justamente um pouco antes do banco fechar.

Escreva Um Comentário