Susto na loja de roupas – Histórias engraçadas

  • Eu estava experimentando algumas calças e pedi para que a vendedora me desse outro modelo de calça que eu também havia gostado. Vocês acreditam que a vendedora deixou na porta da cabine uma calça de homem. Eu estranhei aquela atitude da vendedora, mas depois ela voltou, pediu desculpas pela troca e trouxe a roupa certa. Disse a primeira amiga.
  • E a minha irmã que estava lá experimentando um conjuntinho. Ela entrou no provador e só encostou a porta. Ela ficou de costas para a porta e acabou não percebendo que a porta se abriu. Aí amigas, foi à alegria da torcida do Corinthians. Quase todo mundo da loja viu ela só de roupas intimas. Essa minha irmã é tão distraída. Ela é a rainha das gafes. Eu passo cada uma com ela… Comentou a segunda amiga.
  • É eu sei como é que é. Eu tenho uma prima que também e desse mesmo jeito. Nem me falem de loja de roupa. Eu tenho um caso pra lá de incrível. Eu nunca vi nada igual ao que aconteceu comigo quando eu estava comprando umas roupas numa loja lá do interior de São Paulo.
    Eu estava lá toda feliz provando umas blusinhas bem lindinhas. Eu tinha acabado de provar umas duas peças e resolvi pegar outras peças para experimentar. Quando eu estava saindo do provador eu dei de cara com um boi enorme. Eu levei um susto tão grande que eu joguei tudo pra cima e sai correndo desesperada para fundo da loja e me escondi atrás de um manequim. Disse a terceira amiga.
  • Um boi? Ô amiga, também não precisa apelar né? Mentira não vale. Disse a primeira amiga.
  • Eu não estou mentindo. É sério. Lá na rua da loja estacionou um caminhão que transportava gado. Como uma das portas do veículo estava com problemas o gado conseguiu escapar e alguns animais saíram correndo pela rua. Um dos bois, um boi gigante resolveu entrar justamente na loja que eu estava. Vocês não têm idéia do baita susto que eu levei ao sair do provador e dar de cara com aquele touro ofegante e todo desesperado. Amigas, até hoje eu não acredito que aquilo aconteceu comigo. Ainda hoje, quando eu conto essa história ninguém acredita. Disse a terceira amiga.

Escreva Um Comentário