Rugby de 7 tem final eletrizante, lágrimas, espírito Olímpico e a definição dos quatro semifinalistas



O dia no rugby de 7 foi marcado por uma cena que muito bem retrata o espírito Olímpico. Derrotados na prorrogação, em uma partida bastante emocionante, os jogadores da Argentina foram às lágrimas no estádio de Deodoro, no que foram consolados pelo time da vencedora Grã-Bretanha.

O jogo foi o mais emocionante do dia, quando foram definidos os quatro semifinalistas. Grã-Bretanha e Argentina ficaram no empate por 0 a 0 no tempo regulamentar e tiveram que disputar a prorrogação. Primeiro, Tom Mitchell acertou a trave numa cobrança de penalidade e deu um tremendo susto na torcida britânica, repetindo uma cena que já havia ocorrido no tempo regulamentar. Só que,na sequência, os britânicos venceram graças a um try de Dan Bibby.

Britânicos comemoram vitória emocionante sobre a Argentina (Foto: Getty Images/Dan Rogers)

“Nunca tinha visto um 0 a 0, em três ou quatro anos jogando rugby de 7”, disse Bibby, que destacou a presença de atletas de três nacionalidades na equipe: Inglaterra, Escócia e País de Gales. “Nós mostramos o espírito desse time. Estamos juntos há apenas dez semanas. Ir lá e lutar junto, não importa qual a sua nacionalidade, é o que forma uma verdadeira equipe.”

“Foi muito apertado, temos que dar crédito à Argentina. Eles fizeram um jogo realmente duro, que poderia ter sido vencido por qualquer um dos times. É isso que faz o rugby de 7 tão especial. É por isso que se tornou um esporte Olímpico”, disse o britânico James Rodwell.

Menos drama

Os outros jogos foram mais leves para o coração dos torcedores. Fiji, favorita ao ouro, se classificou ao eliminar a tradicional seleção da Nova Zelândia por 12 a 7. Os neozelandeses jogaram sem o astro Sonny Bill Williams, que na terça-feira (9) sofreu uma ruptura parcial do tendão de Aquiles e foi cortado dos Jogos Olímpicos.

O Japão, boa surpresa da modalidade no Rio 2016, também derrotou a França por 12 a 7. Já a África do Sul não tomou conhecimento da Austrália e se classificou com mais facilidade, vencendo por 22 a 5.

As semifinais serão na quinta-feira (11): Fiji x Japão, às 14h30, e Grã-Bretanha x África do Sul, às 15h. A medalha de ouro será decidida às 19h.

 

fonte: https://www.rio2016.com

Escreva Um Comentário