RaiBlocks, a moeda digital que promete ser o sucessor do bitcoin 2018




RaiBlocks foi uma Altcoin criada para resolver os problemas encontrados nas criptomoedas atuais, como a demora nas operações, taxas muito altas e a necessidade de mineradores para validar as operações. 

Diversos especialistas em moedas digitais, que já acompanham o Bitcoin praticamente desde o seu início, comentam sobre a possibilidade do Bitcoin ser ultrapassado no futuro por uma outra moeda, uma moeda com maiores vantagens que o bitcoin.

A ideia é de que o bitcoin viria a ser aplicada em larga escala, como uma moeda de troca, para ser usada nas compras do dia-a-dia. Porém o bitcoin está sendo enterrado cada vez mais, pois agora o bitcoin é visto e utilizado em sua boa parte como uma reserva de dinheiro, algo a ser guardado para ter lucros futuros com a sua valorização. Há o dilema das taxas elevadas de transferência em uma rede já normalmente congestionada e que faz as operações demorarem muito tempo para serem concluídas e até mesmo algumas vezes não concluírem as operações. 

A maior parte dos usuários que utilizam criptomoedas conhecem as limitações do Bitcoin, e boa parte está seriamente preocupada com essas taxas elevadas das transações e com a grande demora nas autenticações das transações. Esses aspectos, em nada, favorece o Bitcoin a vir a ser utilizado como moeda no dia-a-dia, como Satoshi Nakamoto imaginava em sua criação. É aí que aparece um projeto bastante interessante de uma moeda digital que cumpre todos os requisitos, no objetivo de servir como moeda tradicional. Como segurança, privacidade, transações realmente instantâneas, zero taxa, escalabilidade ilimitada, não inflacionária e sem demora para aprovar as operações. 

Estas são as funcionalidades citada acima, são as características esperada em uma moeda virtual, que possa ser utilizada, como moeda para uso tradicional. O foco dos desenvolvedores foi criar uma criptomoeda que funcionasse muito bem, primeiramente sem a necessidade de investir em marketing e pelo jeito eles conseguiram. Criaram a RaiBlocks, que tem o token chamado de “XRB”, para facilitar a identificação moeda. 

Todas as moedas da RaiBlock já foram distribuídas 

Está moeda é um projeto de 2015. A mineração para distribuição dela consistiu em resolver captchas, e dessa forma, todas as pessoas do mundo, independentemente de poder aquisitivo, puderam adquirir as suas RaiBlocks de forma justa. 133 milhões de moedas já foram distribuídas por mineração manual e não vai existir mais do que esses 133 milhões. 

Características principais da RaiBlocks: 

  • DATA DE LANÇAMENTO: 2015 
  • TIPO DE UTILIZAÇÃO: Moeda criada para ser utilizada no dia-a-dia.  
  • TOKEN: XRB 
  • MINERAÇÃO: Todas moedas já foram mineradas.  
  • LIMITE DE EMISSÃO: 133 milhões de XRB 
  • EXCHANGES: MercatoxBitflip e Bitgrail  

A RaiBlocks torna a necessidade de minerar obsoleto 

RaiBlocks não precisa ser minerada para funcionar. As validações são feitas em suas carteiras. As carteiras são os nós que compõem a própria rede da RaiBlocks. Cada conta é encarregada por transmitir os blocos de envio e os blocos de recebimento das operações. Diferente do método utilizado pelo Bitcoin, que centraliza essas tarefas aos mineradores. 

Como as carteiras funciona como nós da rede. Elas permitem que a rede da RaiBlock, funcione de forma paralelo, em vez de uma rede em série como a encontrada no bitcoin. Desta forma, possibilita operações instantâneas e escalabilidade ilimitada, com um consumo mínimo de eletricidade. Com ela ninguém fica refém dos mineradores. O dinheiro flui à custo zero. 

fonte: https://www.moedasvirtuaisbrasil.com.br

Escreva Um Comentário