Quais as cidades brasileiras onde as mulheres vão pra cima?



Pesquisa feita com mais de cinco mil brasileiras mostra o ranking das nove cidades onde as mulheres tomam iniciativa na paquera

Fortaleza é a cidade brasileira onde mulheres mais abordam os homens

O site de relacionamentos Badoo fez uma pesquisa com 5.077 brasileiras ara saber em quais cidades elas estão mais propensas a “chegar ”nos homens que julgam interessantes.
A supremacia da iniciativa feminina está em Fortaleza, capital do Ceará, seguida por São Paulo, Curitiba e Goiânia. Já a cidade cujas mulheres tomariam menos iniciativa na paquera é o Rio de Janeiro.
De acordo com os levantamentos, 80% das brasileiras que usam a internet com freqüência estão acostumadas a abordar os homens que acham interessante, o que muda no ambiente real, onde o número cai para 52%.
Conforme a diretora de relações públicas do Badoo, Louise Thompson, as mulheres vêem na rede um lugar adequado para se conseguir um pretendente. “Uma mulher mais confiante de suas atitudes encontra nas redes sociais uma ferramenta mais segura e objetiva na busca por um amor. Esse estudo mostra um pouco do perfil da mulher moderna”, afirmou Louise.
O estudo abrange também a posição das mulheres sobre o relacionamento com homens mais jovens e sobre o pagamento de contas nos encontros românticos. 55,8% das mulheres contabilizadas disseram achar ultrapassado o fato de apenas os homens tomarem a iniciativa e 35,1% admitiram já ter pensado em pedir para dividir os trapos com a pessoa amada.
55,5% das mulheres disseram que os homens devem pagar a conta em apenas algumas situações. 78,3% confessaram já terem saído com homens mais novos. Deste número, 44,7% das entrevistadas disseram que o relacionamento surgiu de uma amizade e 31% das mulheres afirmaram que era algo casual e sem compromisso.
Ranking das cidades que as mulheres mais tomam a iniciativa na paquera:
1- Fortaleza: 58,3%
2- São Paulo: 55,6%
3- Curitiba: 54,7% e Goiânia 54,7%
4- Brasília: 53,4%
5- Campinas: 52,8%
6- Belo Horizonte: 52,6%
7- Recife: 51,6%
8- Porto Alegre: 49,8%
9- Rio de Janeiro: 47,8%

Escreva Um Comentário