Prova feminina do ciclismo de estrada tem chegada emocionante e brasileira em posição histórica

A prova feminina do ciclismo de estrada não poderia ter um final mais emocionante. Após 136,9 km pedalados, as três primeiras colocadas terminaram a disputa deste domingo (7) quase empatadas. Quase… Por muito pouco, a medalha de ouro ficou com Anna van der Breggen, dos Países Baixos, seguida pela sueca Emma Johansson, medalhsta de prata, e pela italiana Elisa Longo Borghini, bronze.

As três medalhistas posam para a foto após o fim da prova (Foto: Getty Images/Matthias Hangst)

A prova reservou ainda um momento especial para o Brasil. Flávia Oliveira terminou em sétimo, garantindo a melhor marca da história do país na categoria. Após a chegada, a ciclista foi muito festejada pelos torcedores e não segurou as lágrimas.

A prova, porém, também reservou um momento tenso: o acidente de Annemiek van Vleuten, justamente quando ela liderava a prova. A queda aconteceu na descida da Vista Chinesa, a 12 quilômetros do fim da prova.

A União Ciclística Internacional informou através de comunicado que “van Vleuten está estável, consciente e consegue se comunicar”. Ela foi transferida para o hospital e ficará sob observação até ser liberada pra voltar para casa.

Escreva Um Comentário