Professora fez sexo um com um aluno em sala de aula e enviou nudes para os amigos dele



Mais uma professora fez sexo um com um aluno nos Estados Unidos, desta vez, em sala de aula.

Allison J. Marchese é professora de inglês, tem 37 anos e dava aula na Daniel Hand High School, em Madison, Connecticut, nos Estados Unidos.

A professora casada está sofrendo um processo judicial e foi expulsa do local onde dava aulas por transar com um aluno em sala de aula.

Ela começou a se dar mal quando insistiu na relação com o aluno quando ele não mais queria e passou a chantageá-lo, chegando a oferecer dinheiro em troca de sexo: “Ela me ofereceu R$ 800”, disse o adolescente. Por não aceitar a proposta financeira, o aluno passou a sofrer ameaças de que sofreria represálias na escola se denunciasse a assediadora, afirmando até ter poder para tirar o rapaz do time de futebol.

Acuado, o rapaz não viu outra alternativa, senão denunciar a professora aos seus pais e aos diretores do colégio, o que levou o caso para as autoridades locais e a prisão de Allison, que foi presa e solta posteriormente ao pagar uma fiança que equivale a R$ 400 mil.

A defesa da professora afirmou que as imagens dela nua foram enviadas por engano para o aluno e que elas eram para serem enviadas para o seu marido, homem este que afirmou nunca ter recebido fotos do tipo de sua esposa.

Robert Marchese, 39, também trabalhava no Departamento de Português da escola. Ele descobriu as traições através da imprensa e ao conversar com sua mulher, ela alegou que tinha feito sexo oral no aluno. Ele resolveu pedir o divórcio e entregou uma gravação da professora assumindo o que fez com o rapaz.

O casal tem um filho, a professora dava aula no colégio desde 2003, o seu caso com o aluno começou em dezembro de 2014 e a sua prisão se deu em fevereiro de 2015.

Alunos entre 15 e 17 anos confirmaram a história e a polícia local afirmou que as trocas de imagens foram feitas pelo aplicativo Instagram.

Outros alunos procuraram as autoridades para denunciar a professora, um deles de 15 anos, Allison chegou a dizer que “não conseguia se concentrar no trabalho porque o achava muito atraente e estava afim dele”.

Thomas Scarice, superintendente da escola, disse que “tomará medidas agressivas contra professora, que teve uma conduta vergonhosa e deplorável”.

Escreva Um Comentário