Placa de vídeo dedicada, compartilhada e integrada, onboard e offboard



Dedicada – é uma memoria que é só da placa de vídeo, onde será uma memoria somente para vídeo que sera separada da memoria RAM.

Compartilhada – digamos que o note venha com 64MB dedicado, que geralmente todos notes da vindo assim hoje, e ele pode compartilhar 1227MB do sistema, ou seja, ele emprestará da memoria RAM 1227MB = 1,27Gb quando precisar, nao se engane, essa memoria compartilhada nao é a mesma coisa que a dedicada, pois ela arrancará parte da memoria RAM sempre que precisar.

Integrada – simplesmente a memoria vem acoplada junto com a placa mãe, sem compartilhar e memoria dedicada muito pouca.

Placas Onboard

Vantagens

A opção de embutir um componente na placa mãe é um questão comercial. Esta estratégia, acrescenta mais funcionalidades ao PC e reduz os custos de produção dos fabricantes. Mas não são apenas eles os beneficiados: o comprador recebe um equipamento com mais recursos e gastando bem menos do que pagaria por um com placa offboard.

Outra vantagem está no fato de serem mais comuns e, assim, reconhecidas automaticamente pela maior parte dos sistemas operacionais modernos. Além disso, por serem simples, consomem bem menos energia e, consequentemente, geram menos calor no gabinete.

Desvantagens

O ponto fraco das placas onboard fica por conta da necessidade da memória e do processador do computador para funcionar. No caso da memória, a parte utilizada é normalmente definida no setup (programa da Bios) do PC e é chamada de memória compartilhada. Por causa desta distribuição de recursos, o processador acaba executando tarefas que seriam da placa de vídeo e, consequentemente, há uma queda geral no desempenho do equipamento.

Como este modelo do hardware é soldado na placa mãe, caso queime ou seja insuficiente para as tarefas do usuário, não há como trocá-lo por um melhor. Nessa situação, a única solução possível é adicionar uma placa offboard e desativar a onboard na Bios, para não atrapalhar o funcionamento da nova aquisição.

 

Placas Offboard

Vantagens

As placas de vídeo offboard permitem que os usuários montem sua própria configuração, definindo a quantidade de memória e ajustando acordo com a sua necessidade. Como elas utilizam um processador independente, o do computador fica livre para cuidar de outras tarefas e o desempenho geral do equipamento fica bem melhor. Esse tipo de placa também traz suporte a alguns recursos que não são encontrados em modelos onboard, como gráficos em 3D, por exemplo.

É necessário fazer um certo investimento para colocar uma placa de vídeo offboard no PC, afinal, elas costumam ser caras. Além do custo, é preciso ter um conector especifico disponível na placa mãe para conectá-la.

Em relação ao software, é preciso instalar os drivers fornecidos pela fabricante da placa. Mesmo que o hardware seja reconhecido e instalado pelo sistema operacional, o ideal é baixar a última versão dos programas da placa, para aproveitar ao máximo seus recursos.

Qual a melhor escolha?

Com tudo esclarecido, fica mais fácil descobrir qual o tipo placa escolher. Quem deseja reduzir o custo do computador, não tem como principal foco jogos avançados ou assistir filmes em alta definição, o modelo onboard é a melhor opção. Para usuários que gostam de games online, precisam de recursos 3D avançados ou trabalham com edição de vídeo, uma offboard será a melhor escolha.

Quem optar por uma placa offboard, precisa decidir qual marca e modelo específico comprar. Embora existam várias fabricantes, atualmente, destacam-se aquelas da Nvidia e da ATI. Esta escolha, entretanto, bem como o modelo específico dependem do gosto e das necessidades de cada um.

Escreva Um Comentário