Paramédico é preso ao roubar cartão de paciente morto e gastar R$ 40 mil

Caso ocorreu em Santa Fe, no estado do Novo México.
Filha descobriu fraude ao fechar conta bancária de Allan Pearson.

Um paramédico de Santa Fe, no estado do Novo México (EUA), foi preso acusado de roubar o cartão de débito de um paciente que morreu e ter gastado US$ 11.217 (cerca de R$ 40 mil) em compras, segundo a imprensa americana.

Michael John Harcharik roubou cartão de paciente morto e gastou quase R$ 40 mil (Foto: Santa Fe Police Department/AP)Michael John Harcharik roubou cartão de paciente morto e gastou cerca de R$ 40 mil (Foto: Santa Fe Police Department/AP)

Michael John Harcharik, de 31 anos, tinha participado do atendimento de Allan Pearson, de 76, após o idoso passar mal em sua casa. Pearson não resistiu e acabou morrendo. No entanto Harcharik aproveitou para roubar seu cartão.

A fraude foi descoberta quando a filha de Pearson procurou a agência bancária para fechar a conta dele. Ao descobrir que haviam sido feitas várias transações no cartão de débito após a morte de seu pai, ela avisou a polícia.

Os investigadores conseguiram identificar, a partir de imagens de câmeras de vigilância de lojas onde o cartão foi utilizado, o responsável pela fraude. Harcharik foi levado para a cadeia do condado de Santa Fe ao ser preso.

Escreva Um Comentário