Pai é pai, mãe é mãe – Historias Engraçadas



pai

Domingo de manhã, o patriarca da família estava tranquilamente na sala lendo o jornal. Era um domingo muito bonito e ensolarado e a casa estava feliz e muito agitada.

Entre uma notícia aqui, uma reportagem ali, as folhas do periódico freqüentemente se agitavam porque sempre passava alguém correndo… O pessoal realmente estava muito animado.

  • Mãe você viu a minha blusa branca? Já secou as minhas meias? Perguntou a menina do meio.

  • Manhê! Olha aqui o Daniel ele não me deixa jogar o vídeo game. Reclamou um dos garotos menores.

  • Ô mãe! Deu pra senhora pegar aquele meu documento? A senhora vai fazer batata frita hoje? Perguntou o garoto mais velho.

Ele começou a pensar:

Puxa vida! Ser pai é algo meio ingrato. A gente faz de tudo para agradar os filhos, mas parece que a gente é invisível. Parece até que, para os filhos, a gente nem existe. Eles só têm olhos para a mãe. Isso de certa forma é uma coisa muito chata. Enquanto o pai ainda pensava sobre esses complexos assuntos familiares a menina mais velha o chamou:

  • Pai?

Imediatamente ele pensou:

Seu exagerado! Onde já se viu! Depois de velho deu pra ficar ai todo cheio de sensibilidades e achando que ninguém gosta de você… Que ninguém precisa mais de você… Era só o que faltava! Desse jeito vou acabar virando um velho rabugento e que só sabe reclamar…

  • Pai!…Paiêêêê!…Acorda pai!…Tô falando com você. Disse novamente a menina.

  • Oi filha? Você me chamou? Perguntou todo feliz o genitor, que, agora, por causa do inesperado chamado da moça, já não estava assim tão triste.

  • Pai!…Você sabe onde está a mãe? Perguntou a simpática garota.

Escreva Um Comentário