O que significa esse número nas garrafas de água e por que ele é importante?

Se você é atento, certamente já reparou que garrafas plásticas possuem diferentes marcas em suas embalagens dos mais diversos produtos. Se ainda não viu, basta olhar ao seu redor e provavelmente vai se deparar com algum recipiente feito desse material. Procure o símbolo de reciclagem e perceba que existe um pequeno número dentro dele.

Esses códigos servem, principalmente, para falar dos aspectos de reciclagem e coleta seletiva. Por meio dos códigos, é possível diferenciar a qualidade dos plásticos e separá-los nos processos de reciclagem, permitindo resultados mais homogêneos nos produtos finais.

Além disso, alguns tipos de plástico liberam substâncias tóxicas e podem causar danos graves à saúde. Alguns recipientes, se levados ao microondas, por exemplo, podem liberar substâncias prejudiciais que entram em contato com alimentos e causam problemas como doenças cardiovasculares e diabetes nos consumidores.

Mas como saber quais plásticos podem ou não fazer mal à saúde? É exatamente para isso que servem os números. Cada um deles indica um tipo de plástico, que você pode identificar antes de decidir consumir algum conteúdo.

1 – PET

1

Essas garrafas são chamadas PETE, ou PET, e geralmente são seguras. Apesar disso, é feito de superfícies porosas que podem permitir o acúmulo de bactérias. É o tipo de material mais utilizado para garrafas de água e refrigerantes.

2 – HDPE

2

São polímeros de alta densidade encontrados em embalagens mais resistentes e recomendadas por especialistas para guardar água, pois não libera produtos químicos e é considerado a forma mais segura de plástico.

3 – PVC

3

O PVC é comumente encontrado em canos e materiais hidráulicos, mas também em embalagens plásticas para alimentos e brinquedos para crianças ou animais. O plástico é extremamente útil para produtos que entram em contato com ambientes externos, já que são resistentes ao sol e a diferentes climas. Apesar disso, deve ser mantido distante de alimentos, especialmente no microondas.

4 – PEBD

4

É um plástico de baixa densidade utilizado para fazer sacolas plásticas e é considerado seguro, por não liberar produtos químicos na água.

5 – PP

5

São plásticos utilizados em embalagens de iogurtes e garrafas d’água, além de remédios, xaropes e canudos. São considerados seguros e podem ser coloridos.

6 – PS

6

É o isopor comum, utilizado para embalagens de alimentos, pratos e copos. Esse tipo de plástico libera químicos tóxicos quando aquecido e não é recomendado para o uso. Além disso é extremamente difícil de ser reciclado.

7 – Outros

dk-18

Nessa categoria estão os outros plásticos que não entram outras classificações. São plásticos mais modernos utilizados em materiais como celulares e computadores. Também inclui algumas embalagens plásticas inventadas depois de 1987. Como os plásticos são de diferentes origens, deve ser utilizado com muita consciência, já que podem ser ou não tóxicos.

Em resumo, os plásticos dos tipos 2, 4 e 5 são considerados mais seguros. Plásticos 1 também costumam ser seguros, mas não devem ser reutilizados, já que podem acumular bactéria e outros microorganismos. Qualquer outro plástico deve ser utilizado com extrema cautela, principalmente se em contato com alimentos ou bebidas.

Escreva Um Comentário