O ENEM chegou ao fim, anuncia o Ministério da Educação

O Ministério da Educação não está satisfeito com o formato do atual Exame e por isto isto desenvolveu um projeto que vai substituir o ENEM.

Pelo visto o ENEM – Exame Nacional do Ensino Médio – não está agradando ao Ministério da Educação. Este ano os estudantes se deram muito bem e a prova de matemática foi considerada fácil por muitos e houve até recorde nas notas.

Hoje o Enem pode ser utilizado para várias finalidades, inclusive como certificação de conclusão do ensino médio e o MEC acha que é preciso encontrar uma nova forma de fazer esta avaliação.

Uma das propostas do MEC é separar o ENEM em dois exames distintos, sendo que um exame seria destinado exclusivamente àquelas pessoas em busca de certificação para o ensino médio e o outro exame ficar para os estudantes que precisam de acesso às faculdades.

Aloizio Mercadante, ministro da Educação, está avaliando esta possibilidade, mas como está ele diz que não pode ficar.

Quem faz o Enem hoje, com a intenção de obter a certificação do ensino médio, precisa conseguir no mínimo 450 pontos e esta pontuação deve ser alcançada em cada uma das áreas para as quais as provas do Enem são aplicadas. Também é preciso obter na redação uma nota mínima de 500 pontos. E tem ainda a questão da idade, pois é preciso ter idade mínima de 18 anos.

Só atendendo a estes três requisitos o candidato conseguirá a tão sonhada certificação do ensino médio através do Exame.

Por enquanto, Aloizio Mercadante prefere não dar detalhes de como será o novo exame que chegará para substituir o Enem, mas o projeto está adiantado e a intenção é implantá-lo já na próxima edição.

Em 2014 mais de 630 mil estudantes realizaram o Enem na tentativa de obter o certificado do ensino médio e somente 67 mil conseguiram a pontuação necessária, ou seja, mais de 90% dos que tentaram o certificado, foram reprovados.

O atual Enem tem este problema, pois se ele for mais fácil para atender o nível de quem deseja apenas o Certificado do Ensino Médio, então fica fácil demais para quem está tentando uma vaga na faculdade.

E se fizer um Enem mais difícil, de acordo com o nível destes estudantes que tentam uma oportunidade no ensino superior, então complica a vida de quem se preparou apenas para obter o certificado do ensino médio.

Escreva Um Comentário