Mulher que fica nervosa por tudo é a que mais vale a pena em um relacionamento

mulher-que-fica-nervosa-por-tudo-e-a-que-mais-vale-a-pena-em-um-relacionamento


Primeiro, deixe-me definir o que quero dizer com “relacionamento abusivo”. Não me refiro apenas aos abusos óbvios como agressão física ou violência doméstica. Relacionamento abusivo é onde seu parceiro ou parceira consistentemente lhe desrespeita e fere como pessoa. Alguns exemplos, entre outros, incluem:

  • Traições reais ou virtuais
  • Mentiras
  • Chantagens emocionais
  • Quando seu parceiro se aproveita do dinheiro que você ganha sem se esforçar para ganhar o próprio
  • Exigências sexuais egoístas e contra a sua vontade
  • Táticas de intimidação
  • Ameaças
  • Vícios que lhe colocam em risco
  • Total controle sobre sua vida
  • Isolamento de amigos e familiares
  • Abuso emocional, como ataques verbais, bullying e humilhações
  • Usar seu amor pelos filhos para conseguir o que quer de você
  • Se aproveitar que você é apaixonado(a) e ameaçar romper o relacionamento caso você não cumpra alguma exigência

Homens e principalmente mulheres sofrem em relacionamentos abusivos assim todos os dias. O mais intrigante, porém, não é a maldade do agressor e sim a cumplicidade da vítima. É algo doentio porque parece que ela não consegue ver que virou escrava do abusador.

Se você está em um relacionamento assim, é hora de abrir os olhos e despertar para a realidade. Uma das condições básicas para estar em um relacionamento é conhecer seu próprio valor. Para isso você precisa se priorizar, quer dizer, se colocar em primeiro lugar, antes da outra pessoa.

O próprio Deus disse que temos de amar nosso próximo como a nós mesmos. Quer dizer, se você não se ama, não está em condições de amar outra pessoa.

Quando você não se prioriza, as outras pessoas podem tirar vantagem de você. E é isso que acontece em relacionamentos abusivos. O abusador “sente o cheiro” da baixa autoestima da vítima e usa isso contra ela.

O que fazer se você está em um relacionamento assim?

  1. Reconheça que tem sido abusado(a)
  2. Decida que não aceitará mais isso, mesmo que lhe custe o relacionamento
  3. Fale com alguém de confiança e busque apoio para dar um basta neste relacionamento abusivo
  4. “Dar um basta” pode significar desde uma conversa firme com o parceiro para colocar suas condições e limites até mesmo a uma separação, ainda que temporária, para que o parceiro mude
  5. Priorize sua segurança e passe a desenvolver o seu senso de valor próprio para não ceder novamente às promessas de mudança sem provas reais que esta aconteceu

As pessoas só nos respeitam quando respeitamos a nós mesmos.

Escreva Um Comentário