Mega de R$ 170 milhões faz baiano sonhar com riqueza e descanso

A chance de ganhar a bolada mexe com o imaginário de quem enfrenta as filas das casas lotéricas na esperança de mudar de vida

Acumulada por nove vezes consecutivas desde o dia 21 de outubro, a Mega-Sena sorteia hoje R$ 170 milhões, maior prêmio regular da história da loteria. A chance de ganhar a bolada mexe com o imaginário de quem enfrenta as filas das casas lotéricas na esperança de mudar de vida ao se tornar um milionário.

Caso seja sorteado, o funcionário público Julianderson Araújo, 34 anos, tem destino certo para a premiação. “Vou aplicar na poupança e viver com a renda mensal”, planeja. Apesar de ter organizado o bolão que reuniu apostas de 49 colegas de trabalho, Araújo admite ter realizado jogos individuais.“Sei que as chances são menores, mas acredito que cada um tem seu destino”, justifica.

Já a administradora Sara da Paz, 28, conta que vai tentar a sorte em grupo para não correr o risco de acompanhar de longe a conquista dos colegas. “O investimento é tão pequeno, R$ 4 por pessoa, acho que vale a pena. Já pensou se eles ganham e só eu volto para trabalhar?”, argumenta.

Com o dinheiro no bolso, ela diz que compraria uma casa na praia, pediria licença no emprego e iria descansar. “São sonhos simples, pois acredito que não preciso de muita coisa para ser feliz”. Quem também já faz planos para a dinheirama é o cozinheiro Adelmo Galo, 54, que, há mais de 10 anos aposta semanalmente cerca de R$ 10. “Quero viajar, conhecer outros países e poder aproveitar a vida”.

Entre os apostadores, há também quem considere a premiação como a única forma de viver sem amarras.  “Dividiria o prêmio com a minha esposa para ela encarar como uma carta de alforria e me deixar em paz. Seria um bom negócio pra ela. Quem não gostaria?”, confessa  em meio a sorrisos o aposentado Glicério Marques, 66.

Apesar das dificuldades financeiras enfrentadas pelos brasileiros este ano, o proprietário da Algo Mais Loteria, Albérico Marques, conta que o sorteio tem provocado uma maior movimentação no local. Houve um crescimento de 20% nesses últimos dias, bem menor do que em outras ocasiões de Mega-Sena acumulada. “É aumento modesto, mas diante da complicada situação econômica do país, a gente não pode reclamar”.

Segundo Marques, apesar da procura, as pessoas não estão ousando em suas apostas. “Quem participa assiduamente segue apostando os mesmos valores. Já aquelas pessoas que participam esporadicamente têm investindo menores quantias”. As apostas na Mega-Sena podem ser feitas até as 18h de hoje.

Escreva Um Comentário