Hungria leva o primeiro ouro na esgrima com Emese Szasz

A primeira disputa da esgrima nos Jogos Olímpicos Rio 2016 colocou Hungria e Itália, principais potências do esporte, frente a frente na disputa pelo ouro na espada feminina. Após uma disputa apertada, melhor para a húngara Emese Szasz, que superou a italiana Rossella Fiamingo por 15 a 13 para subir no lugar mais alto do pódio na Arena Carioca 3. O bronze ficou com a chinesa Yiwen Sun, que derrotou a francesa Lauren Rembi pelo mesmo placar na disputa pelo terceiro lugar.

O ouro conquistado no Rio 2016 representa o ponto mais alto da carreira de Szasz, de 33 anos, que está em sua terceira edição dos Jogos, mas ficou 12º lugar em Pequim 2008 e 25º em Londres 2012. Em seu caminho até o ouro, a húngara venceu cinco combates.

“Ainda não acredito. Trabalhei muito por este momento e acho que ainda vou demorar um pouco a entendê-lo. Foi muito difícil. Fui muito mal nas duas últimas edições dos Jogos. Tive que ter muita força para me recuperar”, comentou a nova campeã Olímpica.

O Brasil teve três representantes na competição: Amanda Simeão, que perdeu na primeira fase para a francesa Marie-Florence Candassamy, Rayssa Costa, eliminada pela tunisiana Sarra Besbes, na segunda rodada, e Nathalie Moellhausen, que caiu para a americana Kelley Hurley, na mesma etapa.

Neste domingo (7), a programação da esgrima terá o torneio masculino individual de florete. Os combates terão início às 9h.

 

fonte: https://www.rio2016.com

Escreva Um Comentário