Homem virgem relata como é a vida de alguém viciado em pornografia


A pornografia é um tipo de conteúdo voltado para os adultos que é muito consumida atualmente. Enquanto você lê esta matéria, tem uma pessoa consumindo esse tipo de conteúdo.

De acordo com uma pesquisa realizada pelos sites “Pornhub” e “Redtube”, o Brasil e as Filipinas estão em primeiro lugar na lista de consumo de conteúdo erótico. E 35% desse conteúdo é consumido por mulheres, enquanto que 65% é visualizado pelos homens.

657234-o-vicio-em-pornografia-e-um-problema-cada-vez-mais-comum

O consumo em excesso pode causar um vício assombroso no ser humano. É o que acontece com o britânico de 31 anos chamado Jim(nome fictício usado pois o homem que passa por essa situação não quer revelar o verdadeiro nome).

Ele conta em entrevista concedida à BBC, que nunca fez sexo com alguém, é viciado assumidamente em pornografia e já consumiu absolutamente todo tipo de conteúdo de sexo.

Esse encanto que gerou o vício começou quando ele assistiu a um filme que exibia mulheres sendo tratadas de forma agressiva e isso acabou mudando o jeito como ele olhava para os conteúdos eróticos.

2267254211-pornografia

Ele conta que “há 15 anos era assim: ou você tinha experiência sexual ou não tinha nenhuma. Hoje, há pessoas como eu, que nunca fez (sexo) mas já viu de tudo. Quando era adolescente, nunca tive coragem de ir até uma banca e comprar uma cópia da FHM (revista masculina britânica que parou de circular em papel em 2015). Naquela época, procurar por imagens eróticas já me consumia havia muito tempo“.

Lado sombrio

porn-addiction

Jim conta que ser uma pessoa viciada em pornografia não é nada fácil porque isso atrapalhou bastante na sua vida profissional que o fazia passar a madrugada assistindo a filmes eróticos, atrapalhando a chegar no horário certo no trabalho.

Ele conta que sempre ligava para seu patrão alegando que estava doente e iria faltar no trabalho. “A pornografia começou a ter um impacto enorme na minha capacidade de ser produtivo no mundo.

É muito fácil perder uma tarde para assistir pornografia e esticar por toda a noite. Se eu tinha chance, o céu era o limite. Eu acho que se você é um viciado, você é, de diferentes maneiras, tóxico”.

A depressão

don-jon-vicio-pornografia

Jim conta que ser viciado em pornografia o fez passar por altos e baixos, como se sentir péssimo e também com um incrível bem-estar inexplicável.

Ele conta que “esse sentimento de culpa, vergonha e autoaversão realmente começa a te corroer por dentro. Cheguei a um ponto no qual estava realmente cansado disso tudo.

Eu nunca tive relações sexuais, uma parte de mim está feliz por isso porque há muitas ideias que agora estou tirando da minha mente.”

imagem-interna

Depois de sofrer com o vício, ele começou a se tratar com um terapeuta. Há cinco meses sem se masturbar ou consumir algum tipo de pornografia, ele conta que tem esperança de se relacionar com alguém assim que a pornografia desapareça da vida dele.

Minha vida agora é administrável. Posso lidar com isso. Eu sou capaz de trabalhar mais horas, de fazer outras coisas que eu realmente gosto.

Eu comecei a ler. Eu quero um relacionamento saudável com outro ser humano real, e eu quero estar em um relacionamento com esse ser humano real, e não com uma ideia que eu tenho de como deve ser esse ser humano. Então é nisso que eu estou trabalhando“, conta Jim.

O que você achou do vício de Jim? Mande seu comentário para gente!

Escreva Um Comentário