Homem consegue na justiça autorização para casar com uma cabra


O agricultor Josafá José de Jesus Jaraguá, 48 anos, conseguiu autorização judicial para se casar com sua cabra, Jupira, de 5 anos de idade.

A decisão foi prolatada pelo juiz da 2ª Vara Cível da comarca de Lapão Roliço-MG, e obriga o tabelião do cartório local a realizar o casamento do inusitado casal.

“ESTOU MUITO FELIZ COM A DECISÃO”, DISSE JOSAFÁ, QUE É CONHECIDO NA LOCALIDADE COMO “JOSAFÁ DA BURRA”.

Questionado sobre o motivo de ser conhecido por tal epíteto, Josafá explica que no passado teve “relacionamento amoroso com uma equina, daí vem a origem do apelido”.

Algumas pessoas da cidade ficaram surpresas com a decisão. É o caso de dona Maria de Lourdes, que qualificou o julgado como “falta de vergonha na cara”.

Leia abaixo trechos da sentença:

“O progressivo avanço das relações sociais tem trazido ao Judiciário demandas até outrora impensáveis.”

“Este poder deve seguir na vanguarda, olhar para as aspirações do povo brasileiro. Foi assim quando permitiu o casamento de pessoas do mesmo sexo. Ora, por qual motivo o conceito de família deve ser hermético e imutável?”

“POR QUAL MOTIVO QUE SERES DE ESPÉCIES DIFERENTES QUE SE AMAM NÃO PODEM CONSTITUIR FAMÍLIA.”

“Isto posto, com amparo no princípio da isonomia, consagrado na Magna Carta de 1988, defiro o pedido autoral determinando que o Cartório de Registro Civil da Comarca de Lapão Roliço realize o enlace matrimonial do autor da ação e de sua consorte, Jupira.”

Escreva Um Comentário