Ginasta de Belarus deixa chineses para trás e ganha o ouro no trampolim



A China foi ao pódio em dose dupla na ginástica de trampolim neste sábado (13), mas não levou o ouro. O vencedor da prova masculina disputada na Arena Olímpica do Rio – a última do esporte nos Jogos – foi Uladzislau Hancharou, de Belarus, que conquistou o primeiro ouro de seu país no Rio 2016.

Vice-campeão mundial, Hancharou, de 20 anos, superou os favoritos chineses Dong Dong, ouro em Londres 2012, e Lei Gao, atual campeão do mundo, e ganhou o ouro com a nota de 61.745. Dong Dong ficou com a prata, com 60.535, e Lei Gao conquistou o bronze, com 60.175. A vitória tirou a China do topo do pódio pela primeira vez desde Pequim 2008.

Foi a primeira medalha de Belarus no esporte e o primeiro ouro nos Jogos Rio 2016.

“Quando comecei a treinar, nunca pensei que chegaria à seleção de Belarus. Mas as coisas foram evoluindo e cheguei até aqui. Estava nervoso, como todos, mas tenho uma equipe fantástica, que me ajuda muito. Quando terminei a apresentação, sabia que tinha ido bem. Fiz o que estou acostumado a fazer e me senti muito bem”, comentou Hancharou.

A prata foi a terceira medalha Olímpica de Dong Dong, que além do ouro em Londres 2012 ganhou também o bronze em Pequim 2008. O chinês é o único atleta masculino no mundo a ter uma medalha Olímpica de cada tipo.

 

fonte: https://www.rio2016.com

Escreva Um Comentário