Foco de incêndio volta aparecer na Chapada Diamantina

A triste realidade de incêndio florestal da Chapada Diamantina voltou a pairar com o fogo que atingiu vegetação do município de Andaraí, na região da Garapa, neste sábado (9). De acordo com informações do presidente da Brigada Combatentes de Incêndios Florestais de Andaraí (Cifa), Homero Vieira, as chamas foram extintas “graças a uma neblina que caiu na madrugada deste domingo [10], mas chegaram a assustar todos que atuam no combate aos incêndios na região”. Em contato com o Jornal da Chapada neste domingo, Vieira voltou a criticar a inércia dos órgãos públicos com a situação dos incêndios florestais na Chapada Diamantina. “Lamentável que até o momento nem o governo estadual ou federal tenham ao menos tentado estabelecer um plano de prevenção. Infelizmente no Brasil, o voluntariado de incêndios florestais são tratados como um empecilho para que se gastem milhões. Em todo o mundo o voluntário é respeitado. No Brasil, sobretudo na Bahia, é tratado com desprezo”, pontua o presidente da Cifa. De acordo com Homero, se as brigadas fossem instrumentalizadas satisfatoriamente, os grandes incêndios não ocorreriam, “pois elas atuariam de pronto evitando que o sinistro tomasse força. Todos estão carecas de saber disso. Mas o que interessa é o monopólio do poder, estabelecendo a indústria do fogo. O primeiro passo para resolver o problema dos incêndios é acabar com o Bahia Sem Fogo, que tem aos longos destes anos dificultado os combates e prevenção. Entregar de vez a quem tem competência para os combates que é a Defesa Civil”.

Escreva Um Comentário