Fluminense FC – História

A origem do Fluminense ocorreu paralelamente à introdução do futebol no Rio de Janeiro. Em 1901, Cox, que teve contato com o futebol enquanto estudava na Suíça, juntou algumas pessoas para realizar uma partida no Rio, contra jogadores ingleses. Após poucas partidas nesses moldes, o “Rio Team” viajou à São Paulo para realizar sua primeira partida mais séria.

Após uma tentativa frustrada de montar um clube voltado à prática do futebol, em 1902 esse desejo foi realizado: fundava-se o Fluminense Football Club, com vinte participantes iniciais: Horácio da Costa Santos, Mário Rocha, Walter Schuback, Félix Frias, Mário Frias, Heráclito de Vasconcelos, Oscar Alfredo Cox, João Carlos de Mello, Domingos Moitinho, Luís da Nóbrega Júnior, Arthur Gibbons, Virgílio Leite, Manoel Rios, Américo da Silva Couto, Eurico de Moraes, Victor Etchegaray, A. C. Mascarenhas, Álvaro Drolhe da Costa, Júlio de Moraes e A. H. Roberts.

O próximo passo, então, seria encontrar o local para a construção do clube. O primeiro local escolhido foi um terreno no Botafogo que, curiosamente, a negociação não foi acertada. Porém, alugaram uma chácara na Rua Guanabara, que logo foi estruturada para dar suporte ao clube.

As primeiras cores representativas do Fluminense foram branco e cinza. O uniforme da época, além dessas cores, ainda levava o antigo escudo do clube com as iniciais FFC, grafadas em vermelho. No entanto, devido à dificuldade de encontrar tecido nas cores do clube, em 1904 essas cores foram modificadas para vermelho, verde e branco, fato que permanece até os dias de hoje.

Com todos esses anos de história, e como um dos grandes clubes brasileiros, as conquistas do Fluminense foram muitas, como se pode observar a seguir:

Títulos:

  • Internacional:
  • Copa Rio Internacional em 1952;
  • Nacionais:
  • Campeonato Brasileiro em 1984, 2010 e 2012

  • Torneio Roberto Gomes Pedrosa em 1970

  • Copa do Brasil em 2007;

  • Campeonato Brasileiro (série C) em 1999;

  • Regionais:
  • Torneio Rio-São Paulo em 1957 e 1960;
  • Estaduais:
  • Campeonato Carioca em 1906, 1907, 1908, 1909, 1911, 1917, 1918, 1919, 1924, 1936, 1937, 1938, 1940, 1941, 1946, 1951, 1959, 1964, 1969, 1971, 1973, 1975, 1976, 1980, 1983, 1984, 1985, 1995, 2002, 2005 e 2012.

  • Taça Guanabara em 1966, 1969, 1971, 1975, 1983, 1985, 1991, 1993 e 2012.

  • Taça Rio em 1990 e 2005;

  • Torneio Início em 1916, 1924, 1925, 1940, 1941, 1943, 1954, 1956 e 1965.

O hino oficial do Fluminense é muito menos conhecido do que seu hino popular, composto pelo famoso compositor Lamartine Babo. Logo, seguem as descrições das duas letras:

Hino Oficial do Fluminense:

Companheiros de luta e de glória
Na peleja incruenta e de paz
Disputamos no campo a vitória
Do mais forte, mais destro e sagaz!

Nossas liças de atletas são mansas
Como as querem os tempos de agora
Ressuscitam heroicas lembranças
Dos olímpicos jogos de outrora

Não nos cega o furor da batalha
Nem nos fere o rival, se é mais forte!
Nossas bolas são nossa metralha
Um bom gol, nosso tiro de morte

Fluminense, avante, ao combate
Nosso nome cerquemos de glória
Já se ouve tocar a rebate
Disputemos no campo a vitória.

Hino Popular do Fluminense:

Sou tricolor de coração
Sou do clube tantas vezes campeão
Fascina pela sua disciplina
O Fluminense me domina
Eu tenho amor ao tricolor

Salve o querido pavilhão
Das três cores que traduzem tradição
A paz, a esperança e o vigor
Unido e forte pelo esporte
Eu sou é tricolor

Vence o Fluminense
Com o verde da esperança
Pois quem espera sempre alcança
Clube que orgulha o Brasil
Retumbante de glórias
E vitórias mil

Vence o Fluminense
Com o sangue do encarnado
Com calor e com vigor
Faz a torcida querida
Vibrar de emoção o tricampeão

Sou tricolor de coração
Sou do clube tantas vezes campeão
Fascina pela sua disciplina
O Fluminense me domina
Eu tenho amor ao tricolor

Salve o querido pavilhão
Das três cores que traduzem tradição
A paz, a esperança e o vigor
Unido e forte pelo esporte
Eu sou é tricolor

Vence o Fluminense
Usando a fidalguia
Branco é paz e harmonia
Brilha com o sol
Da manhã
Qual luz de um refletor
Salve o Tricolor

Para saber mais: www.fluminense.com.br

 

FONTE: http://brasilescola.uol.com.br/

Escreva Um Comentário