Flagrado ao pedir esmola, forrozeiro baiano recebe ajuda para tratar dependência

Quem não se lembra da voz marcante de Marquinhos Mattos? Ele fez muito sucesso nos anos 90 com a banda Líbanos, mas viu sua vida mudar drasticamente em 2004 quando um acidente de ônibus matou cinco integrantes do grupo musical. A partir daí, o rapaz afogou as mágoas na bebida, entrou em depressão e chegou a pedir esmola nas ruas. Neste domingo (22), Geraldo Luís, do ‘Domingo Show’, foi ao encontro do cantor e ofereceu tratamento contra o vício.

“O dia do acidente é um momento que não gosto de lembrar. Eu estava dormindo no momento e só lembro eu já no hospital, com 10 placas e 40 pinos no rosto. Foi aí que comecei a usar óculos e essa ficou a minha marca registrada”, relembra o baiano que afirma que ficou depressivo após o fato.

“Quando eu voltei aos palcos após o acidente, em 2005, na gravação do DVD da Líbanos, foi um choque. Eu olhava para os lados e não via meus amigos de tantos anos. Isso doeu muito. Fiquei muito confuso e tive que me concentrar para cantar. Depois veio a separação com a minha esposa e aí entrei em depressão”, contou. “Eu não aceitava o que estava acontecendo e foi aí que me envolvi com a bebida. Até hoje eu não consigo largar esse vício, as vezes, peço esmola para comprar bebida para anestesiar o meu psicológico.

Durante a reportagem, vários artistas aproveitaram o momento para mandar mensagem de apoio ao baiano. Solange Almeida, vocalista do Aviões do Forró, foi um deles.  “Marquinhos, meu amor! Estou aqui na torcida. Estou feliz por terem te encontrado. Você tem uma voz linda, um ser humano ímpar e que tem uma voz incrível. Quero que você volte logo aos palcos para abrilhantar ainda mais o forró”, disse.

Após a conversa com Geraldo Luís, Marquinhos foi levado para uma clínica de reabilitação em Camaçari, onde será acompanhado por uma equipe de médicos e psicólogos para tratar o alcoolismo. “Muito obrigado a todos. Sei que esse é o primeiro passo e essa nova fase só depende do meu esforço. Vocês não vão se arrepender”, disse o cantor que também reencontrou os filhos após 11 anos separado.

Escreva Um Comentário