Estágio ou emprego? Saiba qual é a melhor opção para você


Uma das primeiras grandes lutas de qualquer estudante é obter aprovação em uma boa universidade, mas os obstáculos não param por aí. Durante a graduação, ele se deparará com outro desafio: conquistar um estágio ou emprego e ainda conseguir conciliá-los com o estudo.

Antes de tomar qualquer decisão, é preciso compreender os benefícios de ambas as propostas, entendendo como elas vão interferir na sua graduação e na carreira profissional.

Para ajudar com a escolha, reunimos os principais benefícios de cada uma das opções. Confira:

Vantagem do estágio: estimula o aprendizado na prática

Em alguns cursos e faculdades, realizar o estágio é obrigatório. Entretanto, existem graduações em que não é necessário ter tal experiência, ficando totalmente a critério do aluno a realização ou não do estágio.

Nesse caso, a oportunidade de entender na prática o que foi abordado em sala de aula é um dos fatores que mais motivam os discentes. Afinal, no estágio o aluno terá a orientação de um profissional, que o ensinará como aplicar as teorias no cotidiano empresarial.

Vantagem do estágio: enriquece o currículo

Pode apostar: ter no currículo experiências na própria área de atuação é um diferencial quando o estudante vai de fato para o mercado de trabalho. Assim, conquistar um emprego de destaque no setor compatível com a formação será mais fácil.

Por isso, você deve pensar na possibilidade de realizar um estágio durante a graduação.

Vantagem do estágio: possibilita a efetivação

Não são raros os casos em que as empresas preferem efetivar os estagiários em vez de abrir um processo seletivo para outros profissionais.

O motivo é simples: os universitários que já estão há algum tempo trabalhando no empreendimento conhecem bem os processos internos e compartilham os valores organizacionais, o que os torna mais aptos a exercer o cargo em questão.

Vantagem do emprego: promove estabilidade financeira

Não há dúvida de que realizar um curso superior é um investimento e tanto, que trará um retorno satisfatório. Entretanto, as despesas durante o período não saem baratas.

Colocando na ponta do lápis, o montante é relativamente alto. É preciso arcar com a mensalidade da faculdade, xerox, materiais e outros itens essenciais.

Diante desse cenário, o emprego pode ser a alternativa mais viável para aqueles que precisam se bancar sozinhos. Contratado no regime celetista, o profissional terá direito a uma série de benefícios, como 13.º salário, férias remuneradas, vale-transporte e outros.

Vantagem do emprego: ajuda no crescimento profissional e pessoal

Acredite: em um trabalho, o universitário terá mais responsabilidades do que em um estágio. Nesse contexto, ele precisará se dedicar ainda mais e saber se submeter às regras e metodologias adotadas na empresa.

Além do mais, é necessário ser pontual, executar com qualidade o serviço e ter bom rendimento diário. Diferentemente do estágio, no emprego fixo os gestores exigem que o colaborador seja totalmente comprometido.

Para os coordenadores e gerentes, o quadro de efetivos não deve deixar que aspectos externos prejudiquem o trabalho. Tais fatores contribuem com o desenvolvimento pessoal e profissional do estudante.

Vantagem do emprego: estimula o pensamento estratégico

O colaborador deve ser proativo e oferecer sugestões para otimizar os processos, ajudando no desenvolvimento do negócio. Isso não é possível se não houver pensamento estratégico.

Vivenciando a realidade do negócio, ele começa a ter novas percepções do ambiente corporativo, pensando em estratégias que contribuam com o aperfeiçoamento da empresa como um todo.

O fato é que não existe uma resposta pronta para o questionamento sobre qual a melhor opção entre estágio ou emprego. O universitário deve levar em consideração suas expectativas para escolher a alternativa mais compatível com a sua realidade e necessidade.

Escreva Um Comentário