Emoção na formatura do ex-cortador de cana que virou médico, no Nordeste

Jonas Lopes da Silva, 30, cortou cana dos 7 aos 15 anos de idade e acaba de colar grau em Medicina pela Universidade de Pernambuco (UPE). A cerimônia aconteceu na noite desta quarta-feira, 29, no Teatro Guararapes, em Olinda.

A difícil  trajetória enfrentada por Jonas até conseguir o diploma foi reconhecida por seus colegas em uma homenagem. Ele foi aplaudido pelos outros formandos durante a colação.

“Não existem vidas comuns. Apesar de termos tantos milagres hoje a contar, a turma 95 escolheu um desses milagres para receber o grau (de médico) em nome de todos nós. Antes de ser estudante de Medicina ele lutou contra a exploração de mão de obra infantil nas usinas de cana-de-açúcar no interior de Pernambuco”, disse a oradora da turma Débora Lima.

Em três carros, os pais, os irmãos, cunhados, primos e tios foram prestigiar a conquista do rapaz.

Jonas trabalhava com a mãe cortando e limpando cana-de-açúcar nos engenhos da cidade de Joaquim Nabuco, na Zona da Mata pernambucana, onde mora com sua família.

“Foi um tempo difícil. Meu pai é pedreiro, somos sete filhos. Ele viajava para outros Estados para arrumar trabalho, enquanto minha mãe cuidava da gente. Se não trabalhássemos, não havia o que comer”, conta Jonas em entrevista ao Jornal do Commercio.

A dificuldade financeira não era motivo para que ele e seus irmãos fossem estimulados a estudar.

“Não sou melhor nem pior que ninguém. Apenas corri atrás do que sonhava”, enfatiza Jonas.

Fonte: O Povo Online

Escreva Um Comentário