Em greve nacional, educadores baianos fazem protesto em Salvador

Os professores das redes municipal e estadual se juntaram nesta terça-feira (15) para realizar uma passeata em Salvador. O ato faz parte da greve nacional convocada pela Confederação Nacional de Trabalhadores da Educação (CNTE) entre hoje e quinta-feira (17). Os educadores da rede municipal já estão em greve desde o dia 2 de março, cobrando a universalização da reserva da jornada de trabalho. Os professores caminharam do Campo Grande até a Praça Municipal de Salvador. Trabalhadores do interior do estado organizaram caravanas para comparecer ao protesto. A nível nacional, a CNTE convocou a greve para protestar pelo cumprimento da lei do piso e contra a terceirização, a entrega das escolas às Organizações Sociais (OSs), o parcelamento de salários, a militarização de escolas públicas e a reorganização das escolas. Tanto a CNTE como o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB) também incluem nas suas pautas manifestações a favor do governo da presidente Dilma Rousseff.

Escreva Um Comentário