Donos do Mega Filmes HD são soltos pela Polícia Federal, afirma advogado

Marcos Cardoso e Thalita Cardoso, donos do site Mega Filmes HD, saíram da prisão neste sábado (28) após passar 10 dias presos por suspeita de crimes de violação de direito autoral (pirataria) e associação criminosa. Em entrevista ao ‘G1 São Paulo’, o advogado do casal, Thiago Bellucci, disse que seus clientes responderão o processo em liberdade. “Eles estão bem e já na cidade”, explicou. A soltura foi determinada pela delegada Érika Coppini, chefe da PF de Sorocaba (SP).

Relembre o caso

Uma operação da Polícia Federal prendeu no dia 18 de novembro o grupo responsável pelo portal Mega Filmes HD, que disponibilizava um acervo de 150 mil filmes, documentários, séries de TV e shows de forma pirata e gratuita na internet. Dois mandados de prisão temporária e quatro de busca e apreensão foram cumpridos durante a operação Barba Negra por prática de crimes contra direitos autorais pela internet.

Segundo a PF, o site recebeu 60 milhões de visitas por mês no primeiro semestre deste ano, sendo 85% de brasileiros e 15% de países como Portugal e Japão. O portal obtinha renda a partir de publicidade nas páginas. As contas bancárias de sete suspeitos de gerenciar o Mega Filmes HD foram bloqueadas.

Em outubro deste ano, outro site com conteúdo pirata foi retirado do ar. O Popcorn time oferecia filmes, séries e vídeos a partir do serviço streaming sem a autorização dos estúdios. O saiu do ar após desentendimento entre a equipe que gerenciava o portal.

Escreva Um Comentário