Del Potro elimina Nadal e encara Murray na final do tênis



Tinha tudo para ser uma final histórica envolvendo os dois últimos medalhistas de ouro, Rafael Nadal, em Pequim 2008, e Andy Murray, em Londres 2012. Mas o espanhol não contava com a maior surpresa do torneio de tênis dos Jogos Rio 2016, que atende pelo nome de Juan Martin Del Potro. O argentino, que já havia eliminado o número 1 do mundo, Novak Djokovic, venceu “El Touro Miúra” por 2 sets a 1, com parciais de 5/7, 6/4 e 7/6 (7/5), e decidirá o topo do pódio contra o britânico no próximo domingo (14).

O confronto entre Nadal e Del Potro foi repleto de emoção. Foi com dificuldade, mas o espanhol venceu o primeiro set confirmando o favoritismo. Mas o argentino acordou no segundo set, sacou com agressividade para igualar o placar. O último foi certamente o mais difícil e equilibrado. Os dois tenistas não deram brecha e levaram a decisão para o tie break. Del Potro chegou a ter dois match points sacando, mas Nadal conseguiu salvar o segundo. Na hora de devolver o minibreak e voltar para o jogo, o espanhol acabou cometendo um erro não forçado dando de presente a vitória para o argentino. Muito feliz, Del Potro deitou na quadra e fez a torcida presente ir ao delírio.

Murray venceu sem dificuldade e vai em busca de mais um ouro (Foto: Getty Images/Clive Brunskill)

Na primeira partida deste sábado, Andy Murray não precisou de muito para conquistar a vaga na final. O número 2 do mundo venceu o japonês Kei Nishikori por 2 sets 0, com parciais de 6/1 e 6/4. O britânico não escondeu a alegria por já garantir a medalha de prata, mas sonha mesmo é em se tornar o primeiro bicampeão Olímpico da história do torneio de tênis.

“Quero a medalha de ouro e vou dar o meu melhor para conseguir conquistar este feito. Tenho plena consciência da importância do momento que eu vivo hoje”, afirmou.

Escreva Um Comentário