Curso de SEO Básico Completo




Se você é novo no mundo SEO, provavelmente deve ficar confuso às vezes. Existem toneladas de siglas e termos que as pessoas jogam na web! Se você não conseguir entender o que estão falando, poderá ficar frustrado antes mesmo de começar.

Mesmo que eu informe algumas boas leituras na bibliografia, nas próximas lições você verá um resumo básico de como funciona todo o processo. Vamos explicar o que certos termos significam, bem como o processo de desenvolvimento de um site do início ao fim.

Depois de ter lido esta curso, recomendo a leitura dos principais “Panda Penguin Secrets SEO Guide”. E se você ainda continua confuso, confira os recursos na bibliografia.

Então, vamos começar.

 

Passo 1: Seleção de um mercado / nicho

O primeiro passo que você precisa fazer para desenvolver um site é selecionar um nicho, um mercado.

Isso não precisa ser de foguetes espaciais ou coisas mirabolantes, apenas certifique-se de que você vai escolher um nicho onde as pessoas estão gastando dinheiro. Ainda bem que existem dezenas de milhares de mercados/nichos, vamos a alguns exemplos:

· Perda de peso

· Relacionamentos (maternidade, casamento, trabalho)

· Investigação

· Jogos de computador (PC)

· Conserto de carros e casas

· Doenças constrangedoras

· Conserto de computadores/notebooks

· Adestrador de cães

· Cura pra acne

· Ganhar dinheiro online

· Como conseguir um emprego

· E toneladas e toneladas de outros temas!

Você tem basicamente duas maneiras de prosseguir, você pode:

1) Escolher um nicho “evergreen” que nunca vai embora. Este geralmente pode ser de cuidados com a saúde, como ficar rico, ou relacionamentos.

2) Escolher um nicho ou mercado que você ame! Por exemplo, eu amo meus jogos de PC. Eu posso falar sobre eles durante o dia todo, isso sim pode ser um bom nicho para mim. Especialmente, vi um vídeo sobre jogos onde as pessoas realmente gastam dinheiro todo mês, tipo World of Warcraft ou Rift.

Para ter ideias de nichos de mercado, você pode simplesmente navegar em torno de Amazon.com/Mercadolivre ou ler revistas que você encontra no mercado/banca do seu bairro. Qualquer coisa que venda representa um nicho ou um mercado em potencial! Depois de ter escolhido um nicho, é hora de configurar o seu nome de domínio e hospedagem.

 

Passo 2: Conseguir um domínio e hospedagem

Se você está fazendo SEO, você quer e deverá ter seu próprio domínio e hospedagem. Você pode usar sites como o Blogger ou Squidoo, mas você estará fazendo uma aposta de risco com isso!

Como você não é o “real dono” desses sites, eles podem a qualquer momento, por alguma razão, derrubar o seu negócio e você ficará “vendo navios”. Então, não é uma coisa boa de se arriscar. Além disso, você tem muito menos controle sobre o que o site aparenta ser usando um serviço como esse.

Então, descartada essa primeira opção, você agora precisa decidir sobre qual será o nome de domínio. Eu recomendo ter um nome relacionado com o seu nicho, com o seu negócio, e não muito focado em uma só keyword (palavra-chave). Para ver os domínios que estão disponíveis, verifique no portal registro.br. Basta digitar o nome de domínio que você desejar e verificar; o próprio sistema informa se o domínio está disponível ou não.

Por exemplo, vamos imaginar que você selecionou World of Warcraft. Você quer um domínio genérico WoW; talvez você pode tentar WoWStrategies ou TheWoWHub.

Você não deve escolher um nome muito longo e outra dica, deverá ser de fácil memorização..

Depois de ter escolhido e comprado o domínio, chegou a hora de contratar a hospedagem do domínio, para então termos o site no www..

O mais sensato ao escolher um serviço de hospedagem é pesquisar a reputação de cada empresa pelo próprio Google. Existem milhares de empresas que oferecem este serviço, tanto empresas nacionais como estrangeiras, com preços realmente atrativos, coisa de USD 7,00 / mês. Mas como já expliquei, faça uma pesquisa para não se arrepender depois.

Após escolher o serviço de hospedagem você receberá os endereços IPs dos servidores DNS do serviço de hospedagem. Entre novamente no seu login no registro.br e informe estes IPs nas configurações do domínio. Isto deverá ser feito para quando alguém acessar o seu site o domínio irá encaminhar para o local correto (serviço de hospedagem).

Mesma coisa você deverá fazer no seu login do serviço de hospedagem. Pois alguns pacotes de serviços liberam até a hospedagem de múltiplos domínios, então você deverá informar que seu domínio que foi registrado no registro.br será hospedado aqui.

Fica a dica!

 

Passo 3: Configurando o WordPress

Você não precisa usar o WordPress, mas é bem recomendado para quem está começando. É muito fácil e extremamente flexível de usar. Isso significa que você não precisa ser um expert em programação HTML para desenvolver o seu próprio site, nem mesmo precisa ter muito know-how técnico de web.

Para instalar o WordPress no seu site, altere no Cpanel (ou no painel administrativo do domínio fornecido pela empresa de hospedagem que você contratou). Entre com login e senha, e no seu painel de controle cpanel, role até o final e clique no “rosto sorridente” que se chama “Fantastico“. Alí você pode escolher e instalar uma nova cópia do WordPress no seu site. A maior parte dos provedores de hospedagem fornece o Fantastico ou ferramenta semelhante para instalação de blogs. Verifique com a empresa que você contratou!

Depois de você logar na seção admin do WordPress, procure por um novo “Tema” (ou Theme em Inglês). Você também pode fazer o mesmo processo clicando em “Aparência -> Temas”, e selecione o novo tema. Você pode optar para o que é popular, caracterizando temas, ou apenas pesquisar por uma palavra-chave (como a cor “azul”, ou “uma coluna”, “magazine”, etc).

Existem inúmeros vídeos (Youtube) de como fazer isso on-line.

 

Passo 4: Procurando keywords (palavras-chave)

Você vai ouvir muito sobre profissionais de marketing falando sobre keywords. Elas são basicamente os termos de busca que o usuário digita no Google quando está procurando algo.

Por exemplo, vamos imaginar que estou tentando perder peso. Eu poderia procurar no Google assim:

“Como perder peso”

“Como queimar gordura”

“Como perder 5 quilos em 2 semanas”, Etc.

Essas keywords são extremamente importantes, porque você vai querer que o Google classifique o seu site por diferentes keywords. Com certas keywords você vai gerar mais visitantes do que outros. E outras keywords vai gerar mais “tráfego segmentado”, engraçado não?

Pois é, para descobrir as melhores keywords na prática, o correto é começar a procurar no lugar certo. O Google possui uma ferramenta que se chama “Google Keywords Tool”.  Você basicamente informa alguns termos de relevância que as pessoas provavelmente estão procurando dentro do seu nicho e esta ferramenta busca uma lista com inúmeros termos de busca que se assemelham com a sua, legal né?

Por exemplo, se você está procurando por “perda de peso”, você informa este termo na ferramenta acima mencionada. Quando você pedir para fazer a pesquisa, a ferramenta irá buscar uma lista de termos do mesmo segmento.

Pois bem, em poucas palavras, é assim que você vai encontrar a keyword mais procurada ou que mais se assemelha com o seu nicho. Existem cursos extensos que falam sobre isso, mas vamos seguir em frente para a próxima lição.

 

Passo 5: Criando Conteúdo

Ter um site sem conteúdo, não vai te dar dinheiro, certo? Então, você tem que começar a inserir conteúdo como vídeos ou conteúdo escrito.

Para fazer isso, existem duas maneiras:

1) pesquisar sobre o tema e criar conteúdo próprio (isso vai levar tempo)

2) terceirizar o trabalho para outra pessoa (isso vai custar $)

Nenhuma das opções é “a melhor”, mas vai depender de você ter dinheiro ou tempo para investir. A maioria dos profissionais de marketing tem mais tempo do que o dinheiro, então eles criam o próprio conteúdo.

Se você ainda não conhece muito bem o seu nicho, provavelmente você vai ter que recorrer a pesquisas e estudar. Para isso, recomendo duas coisas:

1) O Google

2) Ou sua biblioteca mais próxima (municipal, universidade, etc)

Isso é basicamente o que você precisa. Esteja ciente que você não quer copiar os trabalhos e ideias de outras pessoas, mas você pode aprender e muito com elas fazendo apenas algumas pesquisas no Google.

Tendo o conteúdo, você deverá formatar em forma de texto. Verifique se você está usando parágrafos, verificação ortográfica e que o texto seja de fácil leitura. Lembre-se que a grande maioria das pessoas possuem um nível de leitura semelhante a de um aluno de 7ª série, então tenha sempre em mente não usar frequentemente palavras grandes no texto.

A keyword que você escolheu vai servir de “alvo”. Este “alvo” será usado múltiplas vezes em seu artigo ou publicação:

· No título

· Heading Tags (Formatação de cabeçalho) (H1, H2, H3)

· Em Negrito, itálico, sublinhado e

· Tags nos post’s e páginas no WordPress

Você não vair querer que sua keyword principal esteja em todo o lugar, mas só o suficiente para que o Google se refencie ao seu tópico. Mas isso faz sentido?

Você também pode criar um vídeo, mas aqui a melhor coisa a se fazer é criar uma combinação de conteúdo escrito junto ao vídeo.

Memorize também de que quanto mais longo for o artigo ou publicação, melhor. Se cada artigo for de pelo menos 1000 palavras ou até mais, isto com certeza vai lhe ajudar a melhorar o seu ranking. Apenas tenha certeza de que o artigo ou publicação que você está fazendo é de qualidade, você não pode adicionar centenas de palavras apenas para ocupar espaço!

 

Passo 6: Os Backlinks

Um backlink é apenas um link de um outro site que está direcionado “clicks” para o seu site. Por exemplo, se você cria um vídeo no YouTube e na descrição do vídeo você coloca um link direcionado para o seu site, isto é um backlink.

Eu falo muito sobre backlinking, mas eu preciso também falar sobre anchor text (texto âncora).

O anchor text é o texto que estará destacado em azul num link. Por exemplo, se o seu backlink em um outro site (exemplo: DocStoc.com) diz como perder peso, então o anchor text é “como perder peso”.

Se for “como queimar gordura rapidamente”, então, o anchor text para esse link é “como queimar gordura rapidamente “, entenderam?

Uma das principais funções do SEO é usar anchor text variados. Mesmo que você deseja que o anchor text na maioria das vezes seja da sua principal keyword, você também deverá usar inúmeros (mas não exatamente sempre as mesmas) anchor text bem semelhantes.

 

Passo 7: SEO on-site

Vou falar um pouco sobre isso aqui no curso mas não entrarei em maiores detalhes.  Mesmo porque, estamos apenas aprendendo o que seria o básico.

Off-site SEO é basicamente backlinking. Você direciona backlinks de outros sites para o seu site para gerar tráfego e isto lhe ajuda a subir nos rankings no Google.

On-site SEO é um pouquinho diferente. Na prática é você otimizar o seu site, em vez de gerar tráfego de sites de outras pessoas você gera tráfego dentro do seu próprio site, mas como?

Vamos lá, por exemplo, você quer criar ligações entre as páginas do seu site, chamados de internal links (links internos). Por exemplo: sua página de treinamento de cães pode conectar-se (internal link) diretamente a uma página no seu site que fale de “alimentação correta do seu cão”. Isso ajuda você a construir uma base sólida no ranking do Google e os seus visitantes irão encontrar informações mais rapidamente.

Outra coisa que você também vai querer, é que no título de cada post/artigo/publicação tenha a keyword, certo? Ok, mencionei isso no capítulo “Criando Conteúdo”, mas você quer ter a certeza que sua keyword seja mostrada várias vezes por página.

Bom, existem vários plugins dentro do WordPress que podem lhe ajudar a tornar o seu site melhor otimizado. Você pode tentar a “Platinum SEO” ou “All-in-One SEO”.  As duas funcionam bem, mas você não vai precisar dos dois ao mesmo tempo.

(Para encontrar um novo plugin no WordPress, basta ir até a aba Plugins no lado esquerdo do painel de controle administrativo.)

Finalmente vamos colocar algumas imagens lá! Todo mundo gosta de imagens ou fotos e uma vez inseridos, seus artigos podem ajudar o Google a descobrir do que se trata o artigo ou publicação. Tenha somente cuidado de preencher e usar o alternativ text (texto alternativo) de uma imagem. Ele é o texto de descrição da imagem, o Google também usa esse campo para se orientar nas buscas para entender do que se trata na verdade esta imagem.

 

Conclusão

Bom, isso que aprendemos se resume ao processo principal, digamos assim o caminho das pedras. Você deverá ir pelo caminho de desenvolver inúmeras paginas, uma para cada keyword que você está pensando em usar.

Além do mais, não entrei em detalhes da codificação de header tags, backlinks e outros. Existem muitos outros tutoriais on-line para lhe ajudar com isso e lembre-se sempre; o Google será sempre o seu melhor amigo, desde que você trabalhe de acordo com as regras dele!

Espero que isso lhe ajude!

Escreva Um Comentário