Cudu


O cudo (Cudu) (Tragelaphus strepsiceros) é um grande cervídeo africano, de longos chifres espiralados e coloração avermelhada com listras verticais brancas. Também é chamado de olongo em Angola.

É consideravelmente maior que a outra espécie de cudo existente, a Tragelaphus imberbis. Difere-se também daquela pelo fato de os machos, em geral, possuírem uma espécie de barba bastante visível.

Os chifres do cudo são utilizados na fabricação do xofar (ou shofar) hebreu.

Este é o mais belo dos antílopes. É um animal sedento que procura as lavouras para beber a água dos canais de irrigação E para isso salta com a maior facilidade por sobre as cercas erguidas pelos fazendeiros. Na época da seca encontra água de que precisa nas raízes, bulbos e tubérculos que arranca. A região do cudu é bastante ampla, abrangendo a maioria dos países da metade meridional da África.

O cudu. ou grande cudo. como também é chamado, alimenta-se durante a noite ou de manhãzinha. Sua dieta consiste principalmente em folhas que pasta nos bosques ralos. Não vive em grandes bandos, mas em rebanhos de 6 a 8 animais. Além do homem, são seus inimigos o leão, o leopardo e a hiena. O cudu procura escapar deles escondendo-se ou saindo em disparada.

Seu grito de alarma é semelhante a um latido rouco.

Os filhotes nascem durante a estação chuvosa: eles exigem muito cuidado de suas mães. Nos primeiros dias permanecem nos locais de repouso e choram para serem amamentados. Somente os machos possuem chifres.

FILO: Chordata
CLASSE: Mammalia
ORDEM: Artiodactyla
FAMÍLIA: Bovidae

CARACTERÍSTICAS:
Comprimento: 2.20 m
Altura: 1.50 m
Peso: 270 kg
Filhotes: 1 por ano
Período de gestação: 212 dias
Os chifres do macho são espiralados.

Escreva Um Comentário