Crônicas engraçadas – Um talento bem diferenciado

Assim como a garotinha Crystal lá de Pernambuco, uma jovem revelação que toca muito bem piano, ele também era um talento. Desde muito pequeno ela já se aventurava nas mais diversas notas musicais. Claro! sempre incentivado pelo pai que era um exímio músico.

No entanto as semelhanças com a jovem Crystal param por ai porque ao contrário da pequena garota que tocava o doce e suave piano, ele não foi assim tão longe na delicadeza e na suavidade. Alguns diziam:

  • Ele bem que podia ter aprendido tocar arpa ou lira e não um instrumento desses.

  • Não! Talento é talento! Deus deu este é este que eu vou desenvolver. Apesar da pouca idade, ele já pensava assim.

Agora ele já estava com mais ou menos uns quatorze anos de idade e ele se aplicava e estudava cada vez mais. A dedicação dele era para que um dia ele fosse reconhecido como um excelente músico. Por isso ele está ensaiando muito, agora ele ensaiava de manhã, de tarde e às vezes à noite também. Bom para ele e péssimo para os vizinhos ao apartamento dele porque ninguém merece ficar ouvindo aquele som de tuba o dia inteiro. Acho que nem o Pelé das tubas suportaria tamanho incômodo..

Escreva Um Comentário