Como saber quais os Plugins que deixam o site mais lento?

blog-lento


WordPress completou seus dez anos de vida e é hoje, sem nenhum dúvida, um dos melhores CMS disponíveis no mercado. Boa parte desse sucesso e longevidade vem de sua atuante comunidade de desenvolvedores que criam inúmeros plugins para tornar a vida muito mais fácil para blogueiros e gestores de conteúdo que utilizam o WordPress.

A verdade é que há sempre um plugin para o que precisamos, mas e como saber se o plugin que instalamos está deixando nosso site mais lento?

Essa disponibilidade de inúmeros plugins não significa que quanto mais plugins instalados melhor. Um grande problema resultante da utilização de muitos plugins numa única instalação do WordPress é que alguns plugins podem aumentar o tempo de carregamento das páginas, isso se deve a vários motivos, dentre eles:

  • Alguns plugins não são desenvolvidos corretamente ou não levam em consideração a otimização do tempo de carregamento do site;
  • Carregam arquivos estáticos, como CSSs e Java Scripts em páginas nas quais os plugins não são utilizados;
  • Realizam um número elevado e desnecessário de requisições ao servidor;

Como avaliar qual plugin está “pesando”?

Não vou indicar uma lista de plugins essenciais como muitos criam por aí, porque minha experiência me confirma que para cada site existe uma necessidade muito diferente do outro, variando de acordo com o mercado de atuação e objetivo estratégico do site, o que veremos é como avaliar quais plugins estão afetando o desempenho do site e se é preciso ou não removê-lo ou trocá-lo.

Para essa tarefa a melhor opção é usar o P3 (Plugin Performance Profiler), plugin desenvolvido para identificar o impacto que cada plugin tem sobre o tempo de carregamento de suas páginas. O plugin apresenta essas informações de forma muito interessante, vamos ver como utilizá-lo.

Avaliando os resultados

Para o primeiro escaneamento do seu site, clique em “Scan Now” e aguarde a varredura completa que o plugin fará para depois apresentar os números de forma adequada.

plugin-performance

Os resultados apresentados pelo plugin P3 se apresentam bem detalhados, mas para que você avalie corretamente a decisão de parar de utilizar um plugin ou trocá-lo por outro ainda é necessário avaliar outros aspectos. Por exemplo, a importância do plugin, no caso do exemplo acima, note que o plugin com maior consumo de tempo é o W3Total Cache, por se tratar de uma plugin muito importante para o tempo de carga do site, o máximo que poderia ser feito é a troca por outro, como já publiquei aqui um artigo do próprio plugin W3Total Cache onde aconselho o uso do mesmo para as opções de cache, podemos tentar substituí-lo por outro com o WP Super Cache como teste.

plugin p3

O novo escaneamento (imagem acima) confirma que a alteração foi bem sucedida no que se refere ao impacto de plugins no site, mas existem situações que uma simples troca de plugin pode não acontecer, pode não haver um plugin que contenha todas as funções que atendam Às necessidades do site, para isso é importante verificar se há como otimizar o plugin, através do código, o que pode ser bem complicado para a maioria dos usuários. Veja algumas dicas de como configura seu Tema WordPress para suportar mais tráfego.

Quando avaliar os plugins?

É importante mencionar que alguns resultados que o plugin P3 informa variam de acordo com o momento em que o escaneamento é feito, nota-se isso facilmente na prática, para entender o motivo, pesquise e encontrei a resposta de Kurt Payne , o desenvolvedor do plugin, no fórum de suporte do plugin. Ele explica que essas variações acontecem devido a alguns fatores externos do site como:

  • Atividades acima da média em servidores compartilhados;
  • Sobrecarga nos processos;
  • Flutuações de tráfego;
  • Atividade de Plugins num determinado momento.

Por esse motivo, o plugin deve ser avaliado em diferentes ocasiões, e não deve servir de base para uma decisão baseada em apenas um resultado pontual, menos ainda como único parâmetro para a troca de plugins.

E já que o plugin guarda os resultados das varreduras, uma boa organização para ter sempre informações adequadas e mais verídicas possíveis para avaliar os plugins é fazer o escaneamento sempre antes de uma instalação ou atualização de um plugin, e ainda no mínimo uma vez por mês.

plugin-p3-log

Conclusão

Como vimos, as informações contidas nos relatórios gerados pelo plugin podem servir de base para exclusão ou troca de plugins pesados ou mal desenvolvidos, que prejudiquem o desempenho e tempo de carregamento de suas páginas.

É com certeza também uma ótima ferramenta para que possamos melhorar cada vez mais o WordPress. Por quê? Como disse no primeiro parágrafo deste artigo, se os plugins são um dos principais motivos para o sucesso do WordPress, com o uso de uma ferramenta que pode avaliar se plugins estão sendo desenvolvidos sem a preocupação correta sobre o tempo de carga dos sites, teremos uma diminuição no número de usuários que baixam aquele plugin, ou o aumento no número de feedbacks negativos quanto a este fator, que fará com que o desenvolvedor melhore o plugin em questão, permitindo manter as funcionalidades e um tempo de carregamento excelente para seu site. Mas lembre-se que para isso seu feedback sobre o plugin é muito importante para o desenvolvedor.

Não se esqueça de compartilhar conosco seus resultados depois de usar o plugin para varredura do seu site e aplicar as mudanças que achar necessárias.

 

FONTE: www.escolawp.com

Escreva Um Comentário