Com recorde mundial, britânicas vencem no ciclismo de pista

Mais um recorde mundial caiu neste sábado (13) no Velódromo Olímpico do Rio. Favorita, a Grã-Bretanha levou o ouro na prova por equipes feminina de perseguição do ciclismo de pista e obteve a melhor marca da história. No keirin, Elis Ligtlee, dos Países Baixos, foi a campeã.

A equipe da Grã-Bretanha, formada Katie Archibald, Elinor Barker, Joanna Rowsell-Shand e pela estrela Laura Trott, primeira mulher do país dona de três ouros Olímpicos, bateu o recorde mundial da prova duas vezes ao longo do dia. A primeira quebra aconteceu na quarta série da primeira fase, quando as britânicas passaram pelo Canadá com o tempo de 4min12s152.

Na série final, contra os Estados Unidos, as britânicas baixaram a marca para 4min10s236 e ganharam o ouro, que foi a medalha de número 800 do país nos Jogos Olímpicos. O bronze foi para o Canadá, que marcou 4min14s627 contra a Nova Zelândia.

“Sabíamos que o recorde mundial era uma possibilidade, mas parecia irreal. Não acreditei que iríamos conseguir, embora já tivéssemos batido a marca em treinos. Diria que foi o recorde mais fácil que já bati”, comentou Trott.

Elis Ligtlee, dos Países Baixos, comemora a vitória no keirin com a bandeira de seu país (Foto: Getty Images/Lars Baron)

No keirin, Elis Ligtlee, dos Países Baixos, subiu ao topo do pódio com 11s217. A prata foi para a britânica Rebecca James e o bronze para a australiana Anna Meares, maior medalhista da história do esporte, com seis pódios em quatro edições dos Jogos.

“É inacreditável. A semifinal não foi como eu esperava, mas no keirin tudo pode acontecer. Na final, segui minha intuição. Estava atrás e tive que dar duas arrancadas. E agora sou campeã Olímpica”, comemorou a holandesa.

Neste domingo (14), apenas uma prova colocará medalhas em jogo no ciclismo de pista: a de velocidade masculina.

 

fonte: https://www.rio2016.com/

Escreva Um Comentário