Camisinha que aumenta prazer sexual é a nova invenção dos cientistas

A nova camisinha, de acordo com os pesquisadores, fará com que as pessoas queiram usar a proteção – em vez de simplesmente adotá-la por razões de segurança de saúde ou para evitar gravidez. Ela tem uma substância gelatinosa reforçada com antioxidantes que atacam o vírus HIV caso ocorra um rompimento do preservativo. Mas esses antioxidantes “também estimulam as terminações nervosas e, por isso, geram maior prazer sexual”, acrescentou a cientista.

NÃO TEM MAIS DESCULPA

A pesquisadora responsável, Mahua Choudhury, lembra que muitas pessoas abrem mão dos preservativos por acharem que a camisinha reduz o prazer na relação sexual. E dados da ONU indicam que, apesar de avanços nas duas últimas décadas, milhões de pessoas no mundo todo ainda não têm acesso à camisinha ou não utilizam a proteção devido a barreiras psicológicas e tabus sociais.

QUANDO VEM?

Ela acredita que o produto estará disponível no mercado dentro de um ano. “Neste momento estamos criando (os preservativos) e logo será uma questão de acertar os detalhes”, disse. E quanto ao preço, a pesquisadora afirmou que, uma vez que o preservativo comece a ser fabricado em larga escala, será uma questão de centavos de dólares.

Fonte: Folha

Escreva Um Comentário