Atravessando o rio – Textos pequenos e divertidos

Um boiadeiro que era recém chegado numa determinada região, ao se aproximar de um rio que ele ainda não tinha atravessado ficou na dúvida se era ou não possível fazer com segurança a travessia da boiada.

Para sorte dele, perto dali, estava sentado numa porteira um garoto que parecia ser ali da região.

  • Hei garoto! Esse rio é muito fundo? Perguntou o peão.

  • Moço, o meu pai passa toda a criação dele por esse rio. A criação passa com a água no peito.

Diante da declaração positiva o boiadeiro se encheu de coragem e segurança e começou a fazer a travessia da boiada.

Assim que o gado começou a romper as água do rio alguns animais, mesmo nadando com muita força, acabavam sendo arrastados pela correnteza.

Completamente assustado o boiadeiro reclamou com o menino:

  • Ô moleque! Que tipo de gado o seu pai cria? É daquele gado gigante, o zebu?

  • Não moço! O meu pai tem uma criação de patos.

Escreva Um Comentário