Ator pornô é acusado de estuprar pelo menos sete atrizes com quem trabalhou

No sábado (28), o famoso ator pornô James Deen foi acusado de estupro por Stoya, uma colega de trabalho. A atriz usou a sua conta oficial do Twitter para o desabafo, que acabou gerando uma grande repercussão na rede social e culminando em outras seis acusações feitas por outras profissionais.

“Aquela coisa quando você entra na internet por um segundo e vê as pessoas idolatrando como feminista um cara que te estuprou. É horrível”, publicou Stoya.

Além dela, Tori Lux e Ashley Fires também acusaram Deen de tê-las molestado sexualmente. Nesta quarta-feira (02), as estrelas pornô Amber Rayne e Kora Peters revelaram ao jornal Daily Beast que também foram estupradas por Deen.

Segundo Rayne, durante uma cena de sexo anal, o ator passou a tratá-la com agressividade. “Ele me deu um murro no rosto enquanto ele ainda estava em meu ânus e depois ele ficou louco e começou a me f* com brutalidade e de forma extrema”, contou ela. “Ele começou a enfiar coisas lá dentro até chegar ao ponto em que ele [o ânus] se rasgou e eu comecei a sangrar para todo o lado. Havia tanto sangue que eu não pude terminar a cena”. Em entrevista ao Daily Beast, a atriz ainda afirmou que teve que levar pontos na região lacerada.

Kora também contou sobre alguns episódios que passou com James Deen. Segundo ela, uma cena anal já havia acontecido entre os dois e, após a gravação, ela pediu ao seu agente que cortasse cenas anais da sua lista. “Nós tivemos que fazer a cena duas vezes porque eu estava chorando e tivemos que começar outra vez. Depois dessa experiência eu nunca mais quis fazer outra cena anal em cinco anos até que gravei com ele de novo”, contou.

De acordo com Kora, durante a segunda atuação que os dois fizeram juntos, ela explicitamente falou a Deen que se recusava a fazer sexo anal, mas ele a forçou mesmo assim. “James [Deen] continuava tentando fazer o anal, mas eu continuava empurrando-o, então ele me esganou e empurrou a minha cabeça contra o sofá. Então ele forçou um sexo anal mesmo assim”, detalhou a atriz. “A equipe toda comemorou e disse para ele que foi um bom trabalho por ele ter conseguido uma cena anal pelo preço de uma cena homem/mulher”. Ainda segundo ela, ao tentar contar ao seu agente sobre o abuso sofrido, ela apenas ouviu que “deveria me sentir honrada por James me querer tanto, já que ele é um dos melhores atores pornôs”.

O jornal “Laist” também publicou a acusação de uma outra mulher, identificada apenas como T.M.. Segundo a publicação do periódico, a moça contou que o abuso aconteceu durante uma festa, num hotel em Las Vegas. “Eu estava bebendo com os meus colegas de trabalho e amigos e subi para uma festa dentro de uma suíte, sem saber direito do que se tratava. Assim que eu entrei [na festa], Deen me viu. Ele não disse nada. Me pegou na frente da festa toda e me levou para um cômodo à parte”, explicou ela. “Eu disse ‘não’, mas estava muito assustada. Havia uma multidão de amigos dele e de fãs [no quarto]. Ele me forçou a [fazer sexo oral nele] e fez sexo comigo. Assim que ele terminou, ele foi embora. Eu estava meio que em choque e fiquei muito envergonhada, então eu saí e não falei a ninguém.”

James Deen ainda não respondeu de forma oficial às acusações, mas em sua conta oficial no Twitter, ele alegou que as acusações contra ele são “falsas e difamatórias”.

Nova denúncia

Nesta quinta-feira (03), a atriz pornô e ex-namorada de Deen, Joanna Angel, também veio a público  durante um programa de rádio e acusou o ator de tê-la estuprado.

De acordo com a escritora do portal Buzzfeed, Jane Aurthur, Angel descreveu Deen como “uma pessoa que literalmente me disse, ‘Garotas no pornô são buracos para que eu coloque meu p*'”.

johann

Segundo ela, apesar de estar interessada em experimentar coisas diferentes na cama, ela não queria nenhum tipo de relação sadomasoquista, em que seria a submissa e ele o dominador. A atriz afirma que várias vezes tentou explicar a Deen como se sentia confortável no relacionamento, mas ele sempre respondia dizendo: “Eu sou bom de cama e você é muito ruim. No que diz respeito ao sexo, eu tomo todas as decisões”. Angel conta que Deen ignorou os seus pedidos e que o sexo entre eles se tornou cada vez mais violento.

Ela conta que um dia os episódios de abuso chegaram ao limite. “Um dia ele puxou o meu cabelo, me levou ao banheiro e começou a afundar a minha cabeça na água [na pia], enquanto me f*”, contou a atriz, em entrevista ao programa de rádio The Jason Ellis Show. “Começou a parecer uma eternidade. Eu comecei a pensar ‘Eu vou morrer aqui'”. Angel afirma que, depois de algum tempo, ele tirou a cabeça dela de dentro da pia.

A atriz conta que estava chorando e que Deen a jogou ao chão e disse: “Você é uma péssima sumissa. Estou entediado. Vou f* outra pessoa”.

Ainda na entrevista, ela conta que continou namorando com o ator por vários anos e, durante esse período, sofreu diversos outros abusos.

Escreva Um Comentário