Astros do basquetebol dos Estados Unidos usam redes sociais para mostrar bastidores

Desde que os jogadores da NBA passaram a participar dos Jogos Olímpicos, em Barcelona 1992, a seleção dos Estados Unidos, conhecida como o Dream Team (time dos sonhos, em inglês), passou a exercer um enorme fascínio sobre os fãs do basquetebol ao redor do mundo. De lá para cá, o time norte-americano ganhou cinco dos seis ouros que disputou e estabeleceu-se como a principal força do esporte no cenário internacional.

A mística criada em torno do time fez com que os torcedores quisessem cada vez mais acompanhar de perto cada passo dos astros, dentro ou fora das quadras. Diversas reportagens e documentários foram produzidos para mostrar os bastidores do inesquecível time de Barcelona 1992. A atual geração da seleção norte-americana, por sua vez, usa as redes sociais ativamente para se aproximar de seu enorme número de admiradores ao redor do mundo.

Vídeo tem quase um milhão de visualizações

Durante a preparação da equipe para os Jogos Rio 2016, o ala DeMar DeRozan postou um vídeo que mostra os armadores Jimmy Butler e Kyrie Irving cantando a música A Thousand Miles, de Vanessa Carlton, dentro de um avião. A filmagem captura a reação dos veteranos Kevin Durant e Carmelo Anthony, que parecem reprovar o desempenho dos companheiros como cantores. O vídeo teve quase de um milhão de visualizações no Instagram.

Melo ain't having it…😂

A video posted by DeMar DeRozan (@demar_derozan) on

Outra postagem que teve bastante repercussão foi uma imagem publicada pelo ala-pivô Kevin Love durante os Jogos Londres 2012. Na foto, grandes astros da equipe, como LeBron James, Chris Paul e James Harden aparecem dormindo, assim como o técnico Mike Krzyzewski.

#GotEm ALL. Even Coach K. I win.

A photo posted by @kevinlove on

Para o pivô DeMarcus Cousins, as redes sociais são as ferramentas perfeitas para que os atletas mostrem as experiências que vivem fora das quadras durante os Jogos Olímpicos.

“Nós brincamos, nos divertimos e damos risadas o dia todo, é um como um grupo de adolescentes viajando juntos. Eu entendo as razões pelas quais as pessoas têm tanta curiosidade de nos ver. Somos muito sérios com o nosso trabalho e com a preparação para os jogos e os fãs nunca conseguem nos ver relaxados. Isso acontece, mas nem todo mundo presencia”, explica o atleta de 2,11m.

@hbarnes & @kyle_lowry7 hit the court on Day 1 in Rio de Janeiro! #USABMNT 🇺🇸🏀

A video posted by USA Basketball (@usabasketball) on

Família do basquete

Técnico da seleção norte-americana desde 2005, Krzyzewski, também conhecido como Coach K, aprova a iniciativa dos jogadores de compartilharem momentos de bastidores de suas rotinas com os fãs através das redes sociais.

“Eles provavelmente são os atletas mais reconhecidos do mundo. São jovens, querem se divertir e se comportam de maneira muito profissional. É como se fôssemos uma família do basquete. Muitos dos jogadores se conhecem há anos e quando ficam juntos por um mês, surge uma relação de intimidade, que gera situações interessantes”, comenta o treinador, que será substituído por Gregg Popovich após os Jogos Rio 2016.

A seleção norte-americana, que fez nesta quinta seu primeiro treinamento na Arena Carioca 1, estreia nos Jogos Rio 2016 no sábado, contra a China, às 19h.

 

fonte: https://www.rio2016.com

Escreva Um Comentário