As quatro melhores comidas para seu cérebro

woman looking at junk food green vegetables shaped lightbulb



Se a maioria dos dias começam com uma busca pelas suas chaves, ou com você andando pela casa tentando lembrar o que está procurando, essa notícia pode te interessar: pesquisas mostram que determinados alimentos podem ajudar a prevenir a perda da memória relacionada com a idade, a demência, a a doença de Alzheimer.

Um estudo recente publicado no jornal “Alzheimer & Dementia” descobriu que uma dieta nova chamada MIND pode reduzir o risco de desenvolver a doença de Alzheimer em 53%. Antes de recusar a idéia de ter de se render a mais um plano de alimentação, a pesquisa diz que você não tem que seguir todos os detalhes da Dieta MIND para se beneficiar. Mesmo os participantes do estudo que apenas “moderadamente” aderiram à dieta reduziram seu risco de Alzheimer em 35%.


Então, o que tem para o café da manhã, almoço e jantar neste plano de melhora do cérebro? É uma combinação das dietas mediterrânicas com muitas frutas, vegetais, gorduras saudáveis ​​(como nozes e azeite) e proteínas magras (como peixe e frango), que fazem bem ao coração. “Normalmente, o que é bom para o coração é bom para o cérebro”, diz Michelle M. Mielke, PhD, professor associado no departamento de ciências da saúde da Clínica Mayo, cuja pesquisa se concentra sobre a doença de Alzheimer e outras doenças neurodegenerativas. Afinal, seu cérebro precisa de cerca de 20% do sangue que seu coração bombeia a fim de obter oxigênio e combustível, o que significa que se seu coração não está funcionando direitinho, as células do cérebro podem ter problemas para conseguir o que eles precisam para funcionar optimamente.

Para alimentar o seu corpo e cérebro, carregar sobre os seguintes jogadores-chave na dieta MIND:

(Fotos Thinkstock)

Escreva Um Comentário