Arthur Zanetti fica com a prata nas argolas

Campeão Olímpico nas argolas em Londres 2012, o brasileiro Arthur Zanetti voltou ao pódio na mesma prova nos Jogos Rio 2016, mas ocupando um degrau abaixo. Contando com enorme apoio das arquibancadas na Arena Olímpica do Rio, o ginasta brasieliro teve a segunda melhor apresentação da tarde, levou a prata e comemorou sua segunda medalha Olímpica consecutiva. O ouro foi para o grego Eleftherios Petrounias, atual campeão mundial da prova da ginástica artística.

Segundo a se apresentar, Petrounias teve apresentação praticamente perfeita e recebeu a nota 16.000, colocando pressão nos competidores que vinham a seguir. Último a ir ao aparelho, Zanetti fez ótima série e foi avaliado em 15.766. O bronze foi para Denis Abliazin, da Federação da Rússia, que fez 15.700.

E engana-se quem pensa que Zanetti se decepcionou com a medalha. “Estou muito mais feliz do que em Londres porque aqui estou competindo em casa”, disse ele, referindo-se ao ouro conquistado há quatro anos.

O medalhista ainda destacou o pódio de Diego Hypolito e Arthur Nory, respectivamente prata e bronze no solo. “Meus colegas de equipe trouxeram duas medalhas para casa, agora eu acrescentou mais um. Acho que a ginástica vai se popularizar no Brasil”, disse Zanetti. “Espero que (o investimento) seja melhor. Vamos lutar para que isso aconteça.”

Outras duas finais da ginástica serão realizadas nesta segunda (15): o salto masculino e a barra de equilíbrio feminina.

Escreva Um Comentário