Americana é tricampeã Olímpica no ciclismo de estrada e faz história

Na véspera do seu aniversário de 43 anos, Kristin Armstrong escreveu seu nome na história Olímpica do ciclismo. A americana venceu a prova contrarrelógio do ciclismo de estrada nesta quarta (10) e tornou-se a primeira atleta tricampeã Olímpica do esporte. O ouro masculino ficou com o suíço Fabian Cancellara, que venceu a prova disputada no Pontal.

Ouro no contrarrelógio também em Pequim 2008 e Londres 2012, Armstrong é a terceira mulher mais velha da história a vencer uma prova individual nos Jogos. Ela levou o ouro com o tempo de 44min26s42.

“Não tenho palavras para descrever este momento. Muita gente me perguntou porque eu iria tentar um novo ouro depois de estar duas vezes no topo do mundo. A melhor resposta é: porque eu posso conseguir. Hoje deu tudo certo. Sabia que a corrida ia ser muito disputada. Ouvir o hino do meu país no pódio é minha parte favorita dos Jogos”, comentou a americana.

A medalha de prata na prova foi para a russa Olga Zabelinskaya, que marcou 44min31s97, enquanto Anna van der Breggen, dos Países Baixos, que ganhou o ouro na prova de estrada, completou o pódio e levou sua segunda medalha no Rio 2016 com o tempo de 44min37s80.

No masculino, o pódio foi 100% europeu, liderado pelo suíço Fabian Cancellara, que ganhou o ouro com 1h12min15s42. A prata foi para Tom Dumoulin, dos Países Baixos, que marcou 1h13min02s83, e o bronze para o britânico Christopher Froome, que fez o tempo de 1h13min17s54.

Estas foram as últimas provas do ciclismo de estrada, primeiro esporte a concluir seu calendário nos Jogos Rio 2016.

 

fonte: https://www.rio2016.com

Escreva Um Comentário