Alunos protestam contra greve de professores que já dura 47 dias em Camaçari

Sem aulas há 47 dias por causa de uma greve geral de professores, alunos da rede municipal de ensino de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador, organizaram protesto na manhã desta terça-feira (3). Acompanhados das mães, vestidos com uniforme escolar e portando cartazes com frases de efeitos, estudantes fecharam e ocuparam ruas da cidade, para reivindicar a volta das aulas. Os alunos também manifestaram preocupação com o aprendizado, que pode ser prejudicado pela greve. “Quando chegar o final do ano, seremos aprovados sem saber de nada. Eu, como todos os alunos que estão cursando o 9º Ano, seremos ainda mais prejudicados, pois, sem conteúdo é impossível passar na seleção do IFBA, por exemplo”, desabafou a estudante Beatriz, de 13 anos, em entrevista ao Camaçari Notícias. Grande parte dos cartazes culpam o prefeito Adelmar Delgado (3) pelo movimento paredista e pedem respeito e valorização dos profissionais, além de melhorias na estrutura das instituições de ensino. Os alunos planejam ocupar a Câmara de Vereadores, onde uma audiência pública debate as greves de professores e servidores que ocorrem em Camaçari.

Escreva Um Comentário