7 coisas estranhas e inusitadas que pessoas já fizeram dormindo


Quando finalmente chega o fim do dia e nos deitamos na cama para descansar, nosso corpo entra em estado de repouso para recuperar as forças e começar um novo dia.

Mas  para muitas pessoas o sono pode não ser algo tão tranquilo. Os motivos são os mais diversos, só que um muito comum é o sonambulismo,  que pode causar episódios constrangedores ou bizarros. Conheça a seguir algumas histórias bizarras de pessoas que já fizeram coisa bem inusitadas enquanto dormia.

Coisas bizarras que pessoas já fizeram dormindo

Escalar um guindaste de 13 andares

Ao atender um chamado, a polícia de Londres ficou sabendo sobre uma possível tentativa de suicídio de uma pessoa que estava sobre um guindaste a cerca de 40 m de altura. Ao chegar ao local, um bombeiro conseguiu escalar a máquina, chegando ao topo e encontrando uma garota de 15 anos que estava dormindo. Para evitar que ela se assustasse e caísse, o bombeiro mexeu nos pertences da jovem, encontrou seu celular, e conseguiu entrar em contato com seus pais, que retornaram a ligação, assim ela ouviria o telefone e acordaria.

Após duas horas e meia em cima do guindaste, eles então desceram a garota com a ajuda de um elevador hidráulico. Segundo seus pais, a garota possuía um longo histórico de sonambulismo.

Fazer sexo com estranhos

Uma australiana de meia idade possuía um estranho hábito. A mulher levantava no meio da noite, se encontrava com estranhos e fazia sexo com vários. Depois de encontrar camisinhas usadas por vários meses e ter encontrado a mulher com um estranho em pleno ato, o marido sugeriu que era hora de procurar ajuda médica.

Inicialmente os médicos acreditaram que as histórias poderiam ser falsas, sendo uma desculpa para traição da mulher, porém, após análises detalhadas eles perceberam que o caso era real.

Essa condição é conhecida como sexomnia e é causada por uma desordem de comportamento durante o estágio de sono profundo, REM. A parte da mente que deveria impedir o movimento durante o sono não é ativada, o que torna as atividades reais.

Ser multado, urinar na estrada e agredir um policial

Uma certa noite de 2003, em Denver, uma enfermeira acabou tomando uma dose de Zolpiden e foi para a cama. Porém em vez de ficar dormindo em sua cama, ela saiu para dirigir, bateu o carro, urinou e defecou na estrada.

Foi então que dois policiais perceberam o incidente e abordaram a mulher que ainda estava dormindo, e ela acabou atacando os oficiais num momento de revolta. Mesmo após ter feito tudo isso, ela foi condenada somente por infrações de trânsito, por conta de sua condição.

Leia também:

Ameaçar passageiros de avião

Um pintor britânico decidiu tomar uma dose de Ambiem antes de voar da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, para Londres, Inglaterra. Quando já estava dentro da aeronave, ele bebeu duas taças de vinho antes de dormir.

O homem saiu de sua poltrona, arrancou sua camisa e saiu correndo pelo avião, ameaçando se matar e agredir outros passageiros. Ao acordar o homem declarou que não lembrava de nada, sendo condenado apenas a cinco dias de prisão.

Comer no meio da noite

Uma mulher percebeu que estava ganhando muitos quilos sem comer muito, sendo ao todo 27 quilos. Preocupada foi atrás de ajuda médica e ficou surpresa ao descobri que o motivo para os ganhos de peso era que ela acordava no meio da noite e comia várias coisas que podia encontrar em sua casa. A condição é conhecida como síndrome alimentar noturna, que atinge mais mulheres do que homens.

Pular de uma janela

Em 2007, um adolescente alemão se jogou da janela do quarto andar enquanto dormia. Algumas pessoas correram para socorrer o corpo do jovem e o encontraram com um braço e uma perna quebrada, porém ele ainda estava dormindo pacificamente. De acordo com a polícia local, o jovem de 17 anos teria subido até a janela e se jogado sem efeitos de álcool ou drogas.

Gravar um álbum

Dion McGregor era um compositor conhecido pelo hábito de conversar durante o sono, ele narrava de forma detalhada seus sonhos como se fosse uma conversa normal. As gravações de suas narrações foram publicadas no álbum The Dream World Of Dion McGregor (He Talks In His Sleep) – O Mundo dos Sonhos de Dion McGregor, lançado em 1964.

Após  sua morte, em 1994, outros três álbuns com gravações nunca publicadas foram lançados, sendo o último foi em 2004.

fonte: http://www.clickgratis.com.br/bizarro/

Escreva Um Comentário