450 Piadas do Joãozinho – Piadas Engraçadas



O Joãozinho vai até a farmácia e pede ao farmacêutico um supositório. O farmacêutico embrulha e entrega para o Joãozinho que vai saindo da farmácia sem pagar a conta. Então o farmacêutico grita: – É para por na conta da sua mãe ? E o Joãozinho responde prontamente: – Não, é para por no c*ú do pai mesmo.

 

Durante o jantar, Joãozinho conversa com a mãe: – Mamãe, porque é que o papai é careca? – Ora, filhinho…. Porque ele tem muitas coisas para pensar e é muito inteligente! – Mas mamãe….então porque é que você tem tanto cabelo? – Cala a boca e come logo esta po*ra de sopa, menino!

 

A professora pergunta ao Joãozinho: – Quantos ovos uma galinha põe por dia? – Não sei, fessora. E com ironia ela diz: – Te peguei. Ele também faz uma pergunta: – Fessora, quantas tetas tem uma porca? – Não sei. – Viu, tu me pega pelos ovo que eu te pego pelas tetas!!!

 

Irritado com seus alunos, o professor lançou um desafio. – Aquele que se julgar burro, faça o favor de ficar de pé. Todo mundo continuou sentado. Alguns minutos depois, Joãozinho se levanta. – Quer dizer que você se julga burro? – Perguntou o professor,indignado. – Bem, para dizer a verdade, não! Mas fiquei com pena de ver o senhor aí, em pé, sozinho!!!

 

Joãozinho chegou na escola rindo muito, mas rindo de se mijar… a professora então perguntou: * O que foi Joãozinho, qual o problema? Porque você está rindo tanto? * Ah, professora, vi uma coisa muita engraçada. * O que foi? Eu vi um gato comendo um rato. E o que é que tem? Nunca viu um gato comendo um rato? * De camisinha, Não!

 

Tomando Banho Com a Irmã Joãozinho toma banho com a irmã. Ao assistir ele brincar com o seu próprio ‘brinquedinho’, ela reclama: – Eu também quero mexer no seu brinquedinho! – Nada disso! – responde ele, decidido. – Você quebrou o seu e vai acabar quebrando o meu também…

 

( P ) Você Fernandinho, me diz ai um bichinho de 4 pernas, anda no telhado, dorme no fogão, faz miau, tem bigode e uma azeitona no nariz. O Fernandinho responde: – AZEITONA?!! Sei, não, fessora !! ( P ) é o GATO! A azeitona, só botei pra complicar ( P ) Agora você Chiquinho: me diz uma coisa que a gente coloca café, leite, tem um biquinho, uma tampinha em cima e uma goiaba em baixo. Chiquinho responde: – GOIABA?!! Sei, não, fessora!! ( P ) é o BULE!! A Goiaba, só botei pra complicar Entenderam como é? Faz comigo agora, Joãzinho. Pergunta pra mim! E o capetinha da classe pergunta: – Ah, é?… Ah, é?… Pode deixar que eu pergunto… Deixa comigo… O que é uma coisa que é roliça, tem uma ponta vermelha, as mulheres gostam de por na boca e tem duas bolas em baixo?? ( P ) O QUE?! Tá EXPULSO DA CLASSE, SEU SAFADO!!! – Joãozinho: Nãaaaaaaao, fessora!! é BATOM!! As duas bolas, só botei pra complicar.

 

Na escola, a professora falava dos animais: * Para que serve a ovelha, Marcinha? * Pra nos dar a lã, fessora… * E para que serve a galinha, Marquinho? * Pra nos dar os ovos… * E para que serve a vaca, Joãozinho? * Pra nos passar o dever de casa..

 

Na sala de aula, a professa pergunta: – Qual a coisa mais pesada que existe? – O elefante – responde a Aninha. – A baleia – diz o Pedrinho. – Um caminhão – diz o Paulino. – É o pinto do meu pai! – O que é isso, Joãozinho? Quem foi que te disse essa asneira? – Minha mãe, professora! À noite, eu sempre ouço ela dizer pro meu pai: ‘Esse negócio nem Deus levanta!’

 

O professor de Matemática levanta uma folha de papel em uma das mãos e pergunta para Joãozinho: * Se eu dividir essa folha de papel em quatro pedaços, Joãozinho, com o que eu fico? * Quatro quartos, professor! * E se eu dividir em oito pedaços? * Oito oitavos, professor! * E se eu dividir em cem pedaços? * Papel picado, professor!

 

A mãe pergunta para o filho -Filho o que você está estudando? -Geografia mamãe – então me diga onde está a Inglaterra? -Na pagina 83!!!

 

A professora divide a classe em dois grupos e decide fazer uma disputa com perguntas. Para que Joãozinho não lhe encha o saco, ela coloca no grupo dos inteligentes. Aproveitando-se disso, ele grita para o outro grupo: – Nós vamos arrasar com vocês, cambada de idiotas! Começa a disputa… * Quem descobriu a América? O grupo de Joãozinho responde: – Cristóvão Colombo! E o Joãozinho grita: – Eu não falei? Bando de orelhudos, 1 a 0! A professora lhe repreende: * Cala a boca Joãozinho! Segunda pergunta: * Que idioma se fala na Espanha? O grupo de Joãozinho responde: * Espanhol fessora! Joãozinho: – Viram só? Seus filhos duma égua, 2 a 0 !! A professora lhe repreende: * Cala a boca Joãozinho!!! Terceira pergunta: * Como Cristóvão Colombo chegou à América? > > O grupo de Joãozinho responde: – Nas caravelas: Joãozinho emocionadíssimo disse: – Eu bem que avisei seus sacos de merda, 3 a 0!!! A professora de saco cheio grita: * Joãozinho!!! Levanta e sai, pora!!! Joãozinho responde: * O pinto fessora, 4 a 0 seus babacas !!! A professora indignada volta a gritar: * Joãozinho, sai e não volta mais !!!!! Joãozinho contente responde: – O cocô professora. Ha ha ha, se ferraram, 5 a 0!!! A professora cansada grita: * Joãozinho, SAI E NÃO VOLTA DENTRO DE UM MÊS !!! – Joãozinho, feliz da vida, responde: A menstruação tia. 6 a 0 seus otários!!!! – GANHAMOOOOOOOSSS !!!!!!!!!!!

 

A professora escorrega e leva o maior tombo na sala de aula. Na queda,o seu vestido sobe-lhe até a Cabeça. Levanta-se imediatamente, ajeita-se, e interroga os alunos: – Luisinho, o que você viu? – Seus joelhos, professora. – Uma semana de suspensão! E você, Carlinhos? – Suas coxas, professora. – Um mês de suspensão – E você, Joãozinho? Joãozinho pega os cadernos e vai saindo da sala: – Bom, galera, até o ano que vem…

 

Na escola, o garotinho está chorando e a professora diz: – Não chore, Joãozinho! Quando gente pequena chora muito acaba crescendo e ficando feia. -Então professora quando a senhora era pequena deveria ser uma grande chorona, hein!

 

O Joãozinho pergunta: – Professora, luz tem gosto bom ??? – Luz ??? Claro que não Joãozinho! Por que ? – Porque eu ouvi o pai dizer pra empregada: apaga a luz e chupa….

 

A tia pergunta ao sobrinho: – Joãozinho o que você quer fazer quando crescer e ficar grandão assim como eu? E o Joãozinho responde: – Eu quero fazer regime….

 

A professora comenta aos alunos a respeito de uma pesquisa feita nos Estados Unidos: – Segundo estudiosos americanos, o tamanho médio de um pinto é de aproximadamente 15 cm e uma vagina está preparada para receber até 20 cm em uma relação sexual. O Joãozinho, inconformado diz: – Professora, então existe só nesta cidade mais de 200 Km de bucta mal aproveitada.

 

Ao entrar na sala de aula, a professora vê um pinto desenhado no quadro. Sem perder a compostura, imediatamente ela apaga o desenho e começa a aula. No dia seguinte, o mesmo desenho, só que ainda maior. Ela torna a apaga-lo e não faz nenhum comentário. No outro dia, o desenho já está ocupando quase o quadro todo, e embaixo ela lê os seguintes dizeres: ‘Quanto mais você esfrega, mais ele cresce!’

 

A Mariazinha chegou pra mãe e disse: – Mãe, o pintinho do Joãozinho é que nem um amendoinzinho! – Ah, que bonitinho, é pequenininho, é? pergunta a mãe – Não, salgadiiiiiiinho!

 

O Joãozinho chegou para Mariazinha e disse: * Mariazinha, posso botar o meu dedo no seu umbigo? * Não.Disse a Mariazinha. * Por que não? * Porque esse não é o meu umbigo. * E quem disse que esse é o meu dedo?

 

Joãozinho olhava pelo buraco da fechadura do quarto dos pais quando eles estavam transando. Seu irmãozinho de 5 anos queria saber o que estava acontecendo lá dentro. Respondeu Joãozinho: – É muita sacanagem, e me mandaram para o Psicólogo só porque eu chupava o meu dedinho !!!

 

Joãozinho está dentro do carro do seu pai, quando avista duas prostitutas na calçada… – Pai, quem são aquelas senhoras? O pai meio embaraçado, responde: – Não interessa filho… Olha antes para esta loja. … Já viu os lindos brinquedos que tem? – Sim, sim, já vi. Mas… quem são as senhoras e o que é que estão fazendo ali paradas? – São… são… São senhoras que vendem na rua. – Ah sim?! Mas vendem o quê?? – pergunta admirado o garoto. – Vendem… vendem… Sei lá… vendem um pouco de prazer. O garoto começa a refletir sobre o que o pai lhe disse, e quando chega em casa, abre a sua carteira com a intenção de ir comprar um pouco de prazer. Estava com sorte! Podia comprar 50 reais de prazer! No dia seguinte vai ver uma prostituta e pergunta-lhe: – Desculpe, minha senhora, mas pode-me vender 50 reais de prazer, por favor? A mulher fica admirada, e por momentos não sabe oque dizer, mas como a vida stá difícil, ela aceita, porém como não dava para dar para o garotinho, leva o garoto para casa dela e prepara-lhe seis pequenas tortas de morangos. Já era tarde quando o garoto chega em casa. O seu pai, preocupado pela demora do filho, pergunta-lhe onde ele tinha estado. O garoto olha para o pai e diz: – Fui ver uma das senhoras que nós vimos ontem, para lhe comprar um pouco de prazer! O pai fica amarelo: – E… e então… como é que se passou? – Bom, as quatro primeiras não tive dificuldade em comer, a quinta levei quase uma hora e a sexta foi com muito sacrifício, tive quase que empurrar para dentro com o dedo, mas comi mesmo assim. Ao final estava todo lambuzado, melequei todo o chão e a senhora me convidou para voltar amanhã, posso ir? O pai cai de costas…

 

Joãozinho voltou da aula de catecismo e perguntou ao pai: – Pai, porque quando Jesus ressuscitou, apareceu primeiro para as mulheres e não para os homens? – Sei não, meu filho! Vai ver que é porque ele queria que a noticia se espalhasse mais depressa!

 

Joãozinho disse para Mariazinha: – Minha mãe me disse que eu tenho algo que você não tem! Mariazinha responde: – Pois minha mãe disse que com o que tenho, consigo quantos quiser desse que você tem!

 

O Joãozinho ( J ) chegou pro pai ( P ) e perguntou: ( J ) Pai, como eu nasci ? ( P ) Eu achei você uma vez que sai pra caçar na floresta… ( J ) E o meu irmãozinho ? ( P ) Ele foi uma experiência mágica que fizeram na barriga da sua mãe.. ( J ) E você ? ( P ) Seu avô achou uma sementinha e cuidou dela, e eu nasci… ( J ) Po*ra pai, será que ninguém da no couro nessa casa ?

 

A professora para o Joãozinho: Joãozinho, qual o tempo verbal da frase: ‘Isso não podia ter acontecido’? * Preservativo imperfeito, professora!

 

Próximo ao natal, Joãozinho resolveu escrever uma carta pro papai Noel, pedindo uma bicicleta. – ‘Papai Noel, fui um ótimo garoto este ano, ajudei meu pai,minha mãe e até meu irmãozinho, quero uma bicicleta’. Então parou e pensou: – ele não vai acreditar, vou refazer a carta. – ‘Papai Noel, sei que não fui muito bom este ano, mas acho que ainda mereço uma bicicleta’. Não satisfeito, ele joga a carta fora, vai ate o presépio, pega a imagem de Maria, coloca dentro do sapato e escreve a seguintecarta: – ‘Jesus, estou com sua mãe, se quiser vê-la inteira de novo, mande o papai Noel me dar uma bicicleta’.

 

Mariazinha, a irmã mais velha do Joãozinho, estava tendo a sua primeira menstruação. Apavorada, sem saber a razão de todo aquele sangue, corre pelos corredores à procura do irmão. – Joãozinho, Joãozinho, socorro, me ajuda!! – Calma, calma, maninha, o que foi? – Olha só!!! Estou sangrando!!! O que será isso, Joãozinho??? Joãozinho sentiu-se embaraçado no primeiro momento. Pensou um pouco. Usando toda a sua experiência (estava no auge dos 7 anos), levantou o vestido da irmã, abaixou a calcinha … analisou todas as possibilidades, e finalmente concluiu: – Olha…eu não entendo muito bem disso…, mas acho que arrancaram o seu saco.

 

Luizinho, do que voce tem mais medo? – Da mula-sem-cabeca, fessora. – Mas,Luizinho, a mula-sem-cabeca não existe. É apenas uma lenda… Você não precisa ter medo. Mariazinha, do que você tem mais medo? – Do saci-perere, fessora. – Mariazinha o saci-perere também não existe. E somente outra lenda… Você não precisa ter medo. – E você, Joãozinho? Do que tem mais medo? – Do MalaMen, fessora. – Mala Men? Nunca ouvi falar… Quem é esse tal de Mala Men? – Quem é eu também não sei, fessora. Mas toda noite minha mãe diz na oração: Não nos deixes cair em tentação mas livrai-nos do Mala-Men.

 

Na aula de noções de medicina, a professora pediu para os alunos trazerem instrumentos utilizados em um hospital. – Cíntia, o que você trouxe? – Um bisturi. – Quem deu pra você? – Minha mãe. – E o que ela falou? – Falou que serve pra cortar a pele! – Ah, parabéns! – Vinicius, o que você trouxe? – Uma seringa! – E quem deu pra você? – Meu pai! – O que ele falou? – Falou que serve para aplicar injeção! – Meus parabéns! – Kiko, o que você trouxe? – Um termômetro! – Quem foi que deu? – Meu tio. – E o que ele falou? – Falou que serve pra medir a temperatura. – Ótimo – E você, Joãozinho, o que é essa bola debaixo do seu braço? – Isso é um balão de oxigênio! – E quem deu pra você? – Eu peguei da minha vó! – O que ela falou? – D-E-V-O-L-V-E, D-E-V-O-L-V-E-E-E-E-E, D-E-V-O-L……

 

 

A turma de alfabetizacao da escola vai receber a visita do Secretário de educacao, e a professora esta preocupadíssima com o Joãozinho que e sempre o desbocado. Joãozinho, atenção, nao vai me envergonhar na presenca do secretário, hein? é melhor ficar de boca fechada. Tá bem, professora! O Secretário chega e conversa com os alunos, pergunta se já sabem ler, se gostam da professora etc e tal. Dirigindo-se ao Joaozinho, fala: – E voce, já lê bem? – Leio sim senhor. – E qual a palavra mais bonita que voce aprendeu? A professora gela, e Joãozinho responde: – Cubanos. Ela respira aliviada. O Secretario insiste: – E por que? – Porque comeca com CU, acaba com ANUS, e ninguém me tira da cabeça que esse B do meio nao seja de bucta..

 

Num belo dia, estava a Tia ( T ) do Joãozinho ( J ) a se preparar para uma festa, na esperança de despertar a atenção de algum pretendente. Observando a Tia fazendo a maquiagem, com uma porção enorme de cremes, pós, tintas e outros utensílios misteriosos, o Joãozinho pergunta: ( J ) Tia, para que serve tudo isto? A tia, orgulhosa, responde: ( T ) é para a titia ficar mais bonita! O Joãozinho fica imerso em seus pensamentos durante alguns instantes, e então dispara: ( J ) E quando é que começa a fazer efeito?

 

A professora estava tendo dificuldades com um dos alunos. – Joãozinho, qual é o problema? – Sou muito inteligente para estar no primeiro ano. Minha irmã está no terceiro ano e eu sou mais inteligente do que ela.Eu quero ir para o terceiro ano também! A professora vê que não vai conseguir resolver este problema e o manda para a diretoria. Enquanto o Joãozinho espera na ante-sala, a professora explica a situação ao diretor. O diretor diz para a professora que ele vai fazer um teste com o garoto, e como ele não vai conseguir responder a todas as perguntas, vai mesmo ficar no primeiro ano. A professora concorda. Chama o Joãozinho e explica-lhe que ele vai ter que passar por um teste e o menino aceita. Diretor: – Joãozinho, quanto é 3 vezes 3? – 9. – E quanto é 6 vezes 6? – 36. E o diretor continua com a bateria de perguntas que um aluno do terceiro ano deve saber responder e Joãozinho não comete erro algum. O diretor, então, diz para a professora: – Acho que temos mesmo que colocar o Joãozinho no terceiro ano. – Posso fazer algumas perguntas também? O diretor e o Joãozinho concordam. A professora pergunta: – O que é que a vaca tem quatro e eu só tenho duas? Joãozinho pensa um instante e responde: – Pernas. Ela faz outra pergunta: – O que é que há nas suas calças que não há nas minhas? O diretor arregala os olhos, mas não tem tempo de interromper. – Bolsos – responde o Joãozinho. – O que é que entra na frente da mulher e que só pode entrar atrás do homem? Estupefato com os questionamentos, o diretor prende a respiração… – A letra ‘M’. – responde o garoto. A professora continua a argüição: – Onde é que a mulher tem o cabelo mais enroladinho? – Na África, responde Joãozinho de primeira. – Qual o monossílabo tônico que começa com a letra C termina com a letra U e ora está sujo ora está limpo? O Diretor começa a suar frio. – O céu, professora. – O que é que começa com C tem duas letras, um buraco no meio do redondo, e eu já dei para várias pessoas? – CD. Não mais se contendo, o diretor interrompe, respira aliviado e diz para a professora: – Põe o Joãozinho no quarto ano. Eu mesmo teria errado todas.

 

Num certo bar chegaram dois amigos e ficaram espantados ao ver o tamanho de um homem, grande e forte. Perguntaram ao dono do bar quem era ele e o dono do bar respondeu: é o matador e se chamarem de pescocinho ele mata qualquer um! Os dois amigos chamaram um menino e disseram: nós damos para você 200 reais para você chamar aquele cara de pescocinho!… e o menino aceitou, chegou perto do balcão, puxou pelo braço e disse: o João lembra quando nós pescamos juntos? E o grandão disse não chamo João e nunca pesquei com você! ai o menino disse pescosim! pescosim!

 

Na sala de aula a Professora ( P ) pergunta para o Joãozinho ( J ): ( P ) Joãozinho, se tem 3 passarinho no galho de uma árvore, e um caçador atira acertando um deles que cai. Quantos passarinho ficariam na árvore ? ( J ) Dois professora ( P ) Não Joãozinho, não sobra nenhum, pois depois do tiro do caçador os dois restantes voam, não ficam na árvore. Mas a sua resposta tem lógica O Joãozinho pensa um pouco e dispara: ( J ) Professora, eu vou fazer uma pergunta pra senhora também. Tem 3 mulheres com um sorvete na mão de cada uma, uma esta chupando o sorvete, a outra lambendo e a última mordendo. Qual das 3 mulheres é casada ? ( P ) A que está mordendo. ( J ) Não professora, a casada é aquela que está de aliança. Mas a resposta da senhora tem lógica

 

O professor começa a sua aula. * Hoje vamos falar de órgãos do corpo! humano que são números pares. Por exemplo, nós temos dois olhos, dois é par. Mariazinha, dê outro exemplo de órgãos pares. * As orelhas – responde Mariazinha. * Muito bem! Outro exemplo, Juquinha. * Os ovos. O professor fica meio acabrunhado, mas aceita a resposta. * Tudo bem, Juquinha. Joãozinho, outro exemplo. * O pinto, professor. * Peraí, Joãozinho, nós só temos um pinto! O meu pai tem dois: um pequenininho que ele usa pra fazer xixi e um grandão que mamãe usa pra escovar os dentes.

 

O professor pergunta para Joãozinho: -Qual será sua profissão Joãozinho? -Vou ser Analista de sistemas!!! -O que Analista faz? -Analista é um bicho indisciplinado, Bebe cachaça, anda de moto e passa a noite na zona! -Joãozinho! Vá agora mesmo para diretoria!!! Joãozinho vai para casa e sua mãe pergunta: -Porque chegou mais cedo meu filho? -Porque eu falei que vou ser Analista de sistemas… -O que Analista faz? -Analista é um bicho indisciplinado, Bebe cachaça, anda de moto e passa a noite na zona! -Joãozinho! Vá para o quarto agora!! Joãozinho fica de castigo, pensa, pensa e volta para falar com a mãe. -Mãe?… Vou ser então Estagiário! -O que Estagiário faz? -Estagiário é um bicho molenga, Bebe guaraná, anda de bicicleta e passa a noite assistindo filme pornô!!

 

Joãozinho sempre foi um garoto muito levado e por isso a professora sempre pegava no seu pé. Certo dia, a professora perguntava os alunos: – Mariazinha, do que você mais gosta? – Chocolate – respondeu a gordinha. – E você Zequinha? – De videogame, professora! Aí ela virou pro Joãozinho: – E você menino… De que que você mais gosta? Com a cara mais limpa do mundo ele respondeu: – De Tu professora! A professora emocionada, interrompeu a aula e levou Joãozinho pra cantina querendo lhe oferecer alguma coisa: – O que você vai querer, Joãozinho? Ele disse: – ToTa-Tola professora!

 

Um Indivíduo ( I ) vinha dirigindo seu carro, quando furou o pneu, ele encostou o carro para trocá-lo quando apareceu o Joãozinho ( J ) que ficou olhando. O homem saiu do carro , abriu o porta-malas e pegou o estepe. ( J ) Moço, isso aí é o estepe ? ( I ) é sim guri. ( J ) Meu pai tem dois desse aí… O cara vai e pega o macaco. ( J ) Moço, isso aí é o macaco ? ( I ) é sim guri. ( J ) Meu pai tem dois desse aí… O cara vai e pega o triângulo. ( J ) Moço, isso aí eh o triângulo ? ( I ) é guri pentelho. ( J ) Meu pai tem dois desse aí… O cara vai e pega a chave de roda. ( J ) Moço, isso aí é a chave de roda ? ( I ) é sim guri chato. Cai fora ! ( J ) Meu pai tem duas dessa aí… ( I ) Sei, sei guri… O cara terminou o serviço, tava apertado, colocou a piroca pra fora e deu aquela mijada. O garoto ficou olhando, meio mudo. ( I ) E aí garoto, vai dizer que seu pai tem duas dessa aqui ? ( J ) Não……. ( I ) AHAAAAAAA !!!!! ( J ) Mas tem uma que dá duas dessa aí….

 

No confessionário, chega o pequenino (mas velho conhecido) Joãozinho e confessa: – Padre, eu pequei. Fui seduzido por uma mulher casada que se diz séria. – És tu, Joãozinho? – Sou, Sr. Padre, sou eu. – E com quem estivestes tu? – Padre, eu já disse o meu pecado… Ela que confesse o dela. -Repara, mais tarde ou mais cedo eu vou saber, assim é melhor que me digas agora. Foi a Isabel Fonseca? – Os meus lábios estão selados. – A Maria Gomes? – Por mim, jamais o saberá… – Ah! A Maria José? – Não direi nunca!!! – A Rosa do Carmo? – Padre, não insista!!! – Então foi a Catarina da pastelaria, não? – Padre, isto não faz sentido. O Padre rói as unhas desesperado e diz-lhe então: – És um cabeça dura, Joãozinho, mas no fundo do coração admiro a tua reserva. Vai rezar vinte Pais-Nossos e dez Ave-Marias… Vai com Deus, meu filho… Joãozinho sai do confessionário e vai para os bancos da igreja. O seu amigo Maneco desliza para junto dele e sussurra-lhe: – E então? Conseguiu? – Consegui. Tenho cinco nomes de mulheres casadas que dão para todo mundo.

 

Joãozinho ( J ) sai de casa todo sorridente para seu primeiro dia de aula, chegando na sala começa a fazer novos amiguinhos, até que chega a professora ( P ). A professora entra na sala, dá um sorriso, abre o livro de chamadas e começa a fazer a chamada. Maria!!!! — Presente!!! Gabriel!!! — Presente professora! Luciana!!! — Presente professora! Joana!!!— presente!!! Daá chegou o nome do Joãozinho, a professora com sua mão fechada mira para o Joãozinho, levanta o dedinho da sua mão esquerda e delicadamente mexe o dedinho para frente e para trás, dizendo: ( P ) Bom dia Joãozinho!!!! Joãozinho assustado responde: ( J ) Bom dia Professora. Essa cena se repetiu por mais três dias, Joãozinho indignado vira-se para o lado e fala com seu amigo: ( J ) Que cac*te está acontecendo???, toda vez que essa professora vai falar meu nome ela levanta o dedinho e fala meu nome???? ( J ) Deixa que amanhã ela vai ver só. No outro dia, Joãozinho chega na escola, senta-se na carteira e aguarda a professora fazer a chamada, até que ela para fecha sua mão mira para o Joaõzinho, levanta o dedinho da sua mão esquerda e delicadamente mexe o dedinho para frente e para trás, dizendo: ( P ) Bom dia Joãozinho!!! Joãozinho indignado, abre a boca, com os dois dedinhos abre mais ainda sua boca. E com sua boca arreganhada de aberta diz: ( J ) Boooooom diiiiia Professoooora!!!!

 

João tinha uma namorada, a Mariazinha, e resolveu se casar com ela. Estavam todos contentes com os preparativos do casamento. A mãe de João, decidiu fazer um pijama para ele usar na lua de mel. No outro dia, joão e sua mãe, foram até uma loja escolher o pano para fazer o tal pijama e escolheram logo dois metros de pano. Escolhido o pano a mãe de João voltou para casa para começar a costurar o tal presente. Ela então chamou: João meu filho venha cá. Eu preciso de você para medir o tamanho do pijama João todo empolgado foi correndo. A mãe de João então fez o formato do pijama, só que ela só havia feito algumas pregas no pijama e ainda não havia costurado, mesmo assim João estava ansioso para mostrar o presente para Mariazinha. Ele sabia que toda tarde ela estava no rio, então ele saiu correndo, vestido no pijama, para mostrar a ela. Nessa correria João não percebeu que as pregas da calça se haviam soltado, deixando seu dote à mostra. Chegando na beira do rio ele gritou: Mariazinha, olha o que eu vou usar na nossa lua de mel! Mariazinha ficou admirada com o tamanho do dote de João e então ela disse : -Nossa é muito grande. Então ele disse a ela: -Isso aqui é só a metade, tem mais um metro em casa.

 

Joãozinho chamou o táxi e perguntou:
– Moço, quanto o senhor cobra para me levar para o aeroporto??

E o taxista respondeu:
– R$ 25,00.

  • E as malas?
  • As malas eu não cobro nada.

  • Então leve as malas que eu vou a pé.

 

Certo dia, Joãozinho foi pedir emprego em uma loja de imagens de santo. A dona da loja perguntou durante a entrevista:
– Você conhece cada uma desta imagens?

Com medo de ser rejeitado, ele mentiu:
– Sim, conheço todas!

 

A professora percebe que o Joãozinho não estava prestando atenção na aula. Então, resolve fazer uma pergunta para ele:
– Diga uma palavra que comece com a letra D.

Joãozinho responde:
– Ontem, professora

 

O fazendeiro chega na beira de um rio com sua criação de gado e pergunta para o Joãozinho:

  • Este rio é fundo?

Joãozinho responde:

  • Sei não, mas a criação do meu pai passa ai com a água no peito todos os dias.

 

O Joãozinho chega no pai e pergunta:
– Pai, me faz um favor?

O pai diz:
– Claro!

Joãozinho diz:
– Troca essa nota de 100, por três de 50?

O pai diz:
– Você quer dizer duas notas, né?

Joãozinho fala:
– Não… Aí não é favor, né pai?

 

A professora pergunta:
– Joãozinho que tipo de mulher você admira??

Joãozinho responde:
– Eu gosto de mulher igual a lua…

A professora elogia:
– Que lindo, uma mulher linda e que brilhe como a lua, né?!

 

O Joãozinho chegou em casa todo eufórico:

  • Manhê! Manheeeeeê! Hoje a professora fez uma pergunta e eu fui o único que levantou a mão para responder.

  • Que orgulho!! E o que ela perguntou, sabidão da mamãe?

  • Quem não fez a lição de casa!

 

Aprendendo cálculo com o Joãozinho.

A professora pergunta para o Joãozinho:

  • Joãozinho, quanto é um menos um.

  • Não sei, fessora.

-Bom, vamos fazer um exemplo: eu tenho uma manga, se eu como essa manga, o que sobra?

  • O caroço, fessora.

 

Na escola, o garotinho está chorando e a professora diz:

  • Não chore, Joãozinho! Quando gente pequena chora muito acaba crescendo e ficando feia.

  • Então professora quando a senhora era pequena deveria ser uma grande chorona, hein!

 

O professor de Matemática levanta uma folha de papel em uma das mãos e pergunta para Joãozinho:

  • Se eu dividir essa folha de papel em quatro pedaços, Joãozinho, com o que eu fico?

  • Quatro quartos, professor!

  • E se eu dividir em oito pedaços?

 

fontes: http://www.piadas.com.br/ e http://www.piadascurtas.com.br/

Escreva Um Comentário