4 momentos pelos quais todo mundo que já namorou a distância passou

Você já percebeu o quanto os namoros a distância se tornaram comuns? Se, há alguns anos, isto era visto com estranheza, hoje em dia é tratado com naturalidade, em especial graças às novas tecnologias. Até quem namorou a distância em 2010 sente a diferença. Mesmo com tanta facilidade, não é fácil, e nem é todo mundo que consegue.

Se você já namorou a distância, sabe como é. Os relacionamentos tendem a ser até mais fortes, uma vez que superar a distância, por si só, já deixa o casal mais ligado e, de certa forma, próximo – mesmo quando estão separados por um oceano. Esta é uma realidade da nossa era, e um relacionamento como qualquer outro, com vantagens e desvantagens. Reunimos aqui na Fatos 5 momentos pelos quais todos o que já namoraram (ou ainda namoram) a distância já passou. Não deixe de comentar se você já passou por alguns deles.

4 – Dormir na frente do computador

namoroead1

Pois é. Quando os dois pombinhos não se podem ver todo dia, o jeito é apelar para as telas. Seja por meio de Skype, FaceTime, ou qualquer outro, o importante é poder conversar de outa forma que não sejam mensagens. Na verdade, chega um ponto que até as ligações não são suficientes. Geralmente a noite, as conversas costumam demorar horas, até um dos dois adormecer – ou mesmo ambos. Aquele que fica acordado pode ate ficar observando o outro dormir, por mais bizarro que isto possa soar.

3 – Contar os dias para se ver

namoroead2

O ápice de qualquer namoro a distância, claro, é o momento em que o casal se encontra. Quando a distância não é tão grande, é comum que um faça visitas esporádicas ao outro, para matar a saudade. Claro, este é um momento muito esperado, de forma que vale tudo para contar os dias – coisa que os dois fazem. Normalmente, este é um momento que a agenda do casal está livre, e deve ser muito bem aproveitada.

2 – Assistir filmes “juntos”

namoroead4

Nem todo mundo pode simplesmente ir ao cinema com o namorado. A gente tem que se virar como pode, e os namorados a distância encontraram uma maneira de assistir filmes “juntos”. Geralmente ao telefone, os dois tentam sincronizar a hora que o filme começa, de forma a acompanharem tudo ao mesmo tempo. Claro, nem sempre isto dá certo, e sempre alguém precisa pausar para ir ao banheiro ou pegar pipoca.

1 – Sexting

Pois é, viva a internet. Se antes os apaixonados só podiam se comunicar por meios de cartas ou telefone, hoje a tecnologia permite que quase todos os sentidos sejam usados. Uma forma saudável de matar a saudade e, ao mesmo tempo, apimentar a relação, é o tal do sexo virtual, também chamado de sexting (contração das palavras em inglês sex etexting). Claro, a ideia era usar apenas as palavras para fazer sexo, mas as câmeras logo começaram a ser uaSa também e, a partir daí, tudo é possível.

Escreva Um Comentário