30 militares baianos se despedem para seguir em missão de paz no Haiti

30-militares-baianos-se-despedem-para-seguir-em-missao-de-paz-no-haiti


Uma solenidade será realizada nesta sexta-feira (25), no 6º Batalhão de Polícia do Exército (BPE), no bairro de Amaralina, para se despedir dos 30 militares que integrarão o 25º Contingente Brasileiro da Organização das Nações Unidas (ONU) em missão de paz no Haiti. Os militares baianos seguirão com seus “gorros azuis” – símbolo da ONU – para Recife, na próxima segunda-feira (28), para se juntarem aos demais integrantes do exército brasileiro na missão. De acordo com a assessoria do Exército, o grupo é formado por militares com idades entre 20 e 50 anos, priorizando a jovialidade e a experiência, que favorecem o equilíbrio da tropa diante dos desafios. O grupo deve permanecer no país por um período que pode variar de seis a dez meses.

Os militares passaram por nove meses de atividades entre seleção, realização de exames de saúde, testes físicos, instruções, acompanhamentos médico e psicológico e medidas administrativas. A preparação contou, ainda, com o Estágio de Comandante de Subunidade e de Pelotão para os Oficiais, além de treinamentos realizados por meio dos Exercícios Básicos e Avançado de Operações de Paz. Guerras civis e desastres naturais Neste ano, o Brasil comemora 12 de anos liderando a missão de manutenção de paz no Haiti através do Comando do Exército Brasileiro. Após as guerras civis e um forte terremoto em 2010, o país, um dos mais pobres do mundo, foi novamente abalado este ano pelo Furacão Matthew, que deixou cerca de 900 mortos e centenas de famílias desabrigadas.

Correio

Escreva Um Comentário