10 Situações irritantes que só quem mora em uma casa cheia vai entender

A vida adulta é algo maravilhoso, poder tomar conta de sua própria vida, seguir seus sonhos, destinos e, sobretudo, liberdade. Realmente, esse cenário é lindo se você morar sozinho. Apesar de que morar sozinho também tem suas desvantagens. Mas nessa matéria falaremos sobre o oposto, morar numa casa onde muitas pessoas moram.

O mais comum é com a família, mas muita gente mora com room mates (colegas de quarto/casa), de qualquer maneira, a companhia dessas pessoas tão queridas e, muitas vezes, amadas podem te levar à loucura. Você, pai, mãe, irmão, irmã, por vezes avó e avô, isso sem contar os parentes distantes, principalmente os do interior, que vez ou outra resolvem usar sua casa, que já é cheia, como pousada ou hotel, e o que seria uma visitinha de uma semana se torna uma estadia de meses, podendo chegar a anos!

Lembramos que não estamos aqui para julgar, criticar nem impor verdades, os fatos relatados se tratam de algumas possíveis situações que algumas pessoas que moram com outras pessoas podem, ou não, ter passado ao longo da vida. Pensando nessas pessoas, a redação selecionou uma listinha com 10 situações irritantes que só quem mora em uma casa cheia vai entender. 

Confira:

1. Qualquer objeto é de todos à qualquer hora

01

Morar em uma casa cheia de gente pode parecer ser algo bem agradável, até o momento em que suas coisas são vistas espalhadas pela casa e então você percebe que nada ali é seu mas, sim, de todos. E nem adianta reclamar.

2. Silêncio é algo sonhado, nunca realizado

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Se você está em fase de estudos, seja para faculdade, concurso, etc., a certeza de ter que ir para a biblioteca conseguir um pouco de paz é um fato cotidiano. Por mais que se tente ter silêncio, na maioria das vezes a madrugada é quem te salva.

3. Consenso e bom senso nunca caminham juntos

Father and teen son arguing at dinner

Muitas pessoas, muitas cabeças, muitas ideias, por isso, tentar dialogar sobre qualquer assunto vai virar discussão e muitas vezes podem sair algumas farpas. Chegar à conclusão sobre qualquer coisa, desde o que vão comer no jantar até para onde vão viajar nas próximas férias nunca acabará com todos satisfeitos.

4. Quartos são territórios sagrados

04

Bem, uma casa cheia, normalmente, pede por uma casa grande, infelizmente essa realidade não caba à todos, por isso, os portos seguros, bases de recarga de energia e afins, tornam-se os quartos. Por isso, qualquer assunto do quarto pra dentro é de única e exclusiva satisfação de seu “dono”.

5. Em caso de invasões, guerras são travadas

05

Por sorte, nesse caso, não é preciso dividir quartos. Então, seu irmão ou sua mãe chega do nada e abre a porta em uma hora imprópria, mesmo que você esteja fazendo nada de errado, é algo extremamente irritante e pode acarretar algumas guerras. Principalmente se não fecharem a porta ao sair.

6. O último biscoito do pote é disputado arduamente

06

Não apenas o último biscoito mas, também, o último gole de refrigerante, o controle da televisão, o melhor lugar do sofá…

7. Assim como o banheiro

07

Talvez uma das piores partes de se morar em uma casa cheia. Em algumas casas construídas na década de 1970/80, por exemplo, é muito comum não ter suítes, por isso, morar com um monte de gente, tendo apenas um banheiro na casa, tenha certeza que não é nada agradável, principalmente depois daquela feijoada de domingo!

8. O mesmo vale para computadores e video games

08

Tudo, absolutamente tudo, sempre será dividido e disputado para ver quem usa primeiro. Quando os componentes da casa gostam de jogos, por exemplo, e só existe um console ou pc, só existe uma frase a ser dita: “Que comecem as apostas.”

9. Quando alguma coisa errada acontece, demora-se dias para descobrir o verdadeiro culpado

09

Isso, se descobrirem quem fez! Por vezes essas coisas erradas ficam sem responsável e acabam sendo esquecidas ao longo do dia-a-dia mas, sempre tem alguém para relembrar o que aconteceu e apontar culpados, mesmo sem saber realmente quem foi. Às vezes a culpa recai sobre os animais da casa.

10. Tudo é uma loucura, as visitas se sentem parte da casa/família

10

Como citamos no início do textos, algumas visitas, por exemplos, tios, primos, às vezes amigos, etc., adoram fazer algumas visitas, por n motivos e se sentem tão à vontade, afinal, tem tanta gente, mais um não parece fazer diferença, que acaba ficando sem data definida para ir embora. Além dos palpites que dão sobre a vida dos outros, ou as tentativas de inserção de mudanças na rotina da casa.

Pessoal, é isso! Lembrando que esses são apenas alguns exemplos do que pode ou não acontecer com pessoas que moram em uma casa cheia. Será que você se identificou com alguma delas? Existem outras situações que você já passou, ou sabe de alguém que já, e não está na lista? Sugestões, dúvidas, correções? Não se esqueçam de comentar com a gente!

Escreva Um Comentário