10 coisas que você só descobre quando faz uma tatuagem pela primeira vez

As tatuagens são uma arte milenar, magnífica, que muita gente tem vontade de fazer. E quando finalmente decidem, por n motivos, elas descobrem que nem tudo é como pensavam.

Nessa, falaremos sobre uma situação diferente, a primeira vez de uma pessoa fazendo tatuagem. Quando pensamos em fazer uma, muitas pessoas que conhecemos dão palpites, tentando passar um “medinho” ou por vezes, tentando nos acalmar. A questão é cada pessoa reage de uma maneira diferente a essa situação. Por isso, não estamos julgando, criticando nem impondo verdades, apenas temos o objetivo de informar e entreter.

A redação selecionou uma lista com 10 coisas que você só descobre quando faz uma tatuagem pela primeira vez. Muitas pessoas podem, ou não, se identificar com os itens que citaremos abaixo, sendo assim, tentemos, apenas, nos divertir.

Confira:

1 – A escolha do desenho é algo extremamente importante

01

Muitas pessoas acham que fazer uma tatuagem é só chegar no estúdio, falar para o tatuador que quer um desenho e deixar que ele se vire. Não é bem assim que as coisas funcionam. Fazer uma tatuagem é algo sério, será uma marca que você carregará para o resto da vida na pele. Ela te acompanhará em todos os momentos da sua vida. Por isso, é muito importante pensar exatamente sobre aquilo que você quer desenhar.

2 – Assim como a escolha do tatuador

02

Outro ponto extremamente importante é a escolha do tatuador, cada pessoa tem um estilo diferente, assim como esses profissionais. É preciso pesquisar e analisar (bastante) o trabalho de cada um com quem você pretende fazer o trabalho, para não se arrepender depois.

3 – Os valores nunca são o esperado

03

O preço é um assunto delicado para muitas pessoas. Grande parte acredita que é um trabalho caro, que “não vale tudo isso”. A verdade é que vale sim, é uma área de muita responsabilidade, que demanda tempo, trabalho, material e, de preferência, anos de profissionalização. Lembrando que aquele é o “ganha pão” da pessoa.

4 – E procurar um lugar mais barato não é a solução

04

A maioria das pessoas que procuram um lugar mais barato para fazer tatuagem acabam se arrependendo. Isso porque nem sempre o tatuador é bom, e grande parte das vezes não tem o mínimo de assepsia com o lugar, material, muito menos cliente. O que pode acarretar em sérios danos à pele, além de doenças, como DSTs e tantas outras coisas.

5 – Não é permitido o uso de drogas para acalmar ou não sentir dor

05

Quando se fala em tatuagem as pessoas acreditam que dói muito, mas não é bem assim. Então, pensam que se beberem muito ou tomarem calmantes, relaxantes musculares e afins não irá sentir dor. O problema é que qualquer substância do gênero, quando ingerida para esse tipo de situação, não é nada aconselhável. As consequências desses atos são os mais variados, sobre os quais o tatuador não pode se responsabilizar. Lembrando que cada organismo reage de uma forma diferente.

6 – Alguns lugares doem mais que outros

06

Uma verdade que poucas pessoas na hora de fazer a primeira tatuagem sabem. Lugares mais próximos aos ossos, como cotovelos, mãos e pés, além dos com a pele mais fina, como por exemplo aquela parte atrás dos joelhos, pescoço, etc., são altamente sensíveis e doem muito. O que pode acabar traumatizando uma pessoa que nunca fez uma tatuagem e logo de primeira faz em algum desses lugares.

7 – A probabilidade de você enjoar do desenho é pequena

07

Depois de muita análise e observação, você irá escolher aquele desenho que mais te agrada. Quando se tem certeza daquilo que quer, o local não é tão importante assim, a não ser por quesitos estratégicos, como ser muito pequeno para o tamanho do desenho, ou não ficar “agradável aos olhos”, ou por você querer esconder às vezes, por exemplo. Se você for do tipo que acredita que irá enjoar fácil, procure tatuar em locais que você não vê o tempo todo, como as costas, parte de trás das pernas, etc.

8 – Não precisa usar medicamentos para o pós-tatuagem

08

A maioria dos tatuadores indicam a utilização de sabonetes antissépticos e pomadas para assadura/queimadura. Qualquer outro medicamento é altamente dispensável, a não ser em casos nos quais houveram agravamentos. Como infecções, por exemplo.

9 – É importante cuidar da pele

09

Depois que a tatuagem está feita, o período de cicatrização leva em torno de duas semanas a um mês. Como é, literalmente, um machucado na pele, como uma queimadura, o “ferimento” irá fechar e aparecerão “casquinhas”, é de extrema importância não coçar, pois isso pode fazer com que o desenho fique falhado. Quando já cicatrizado, tudo certo, é preciso ter um cuidado a mais, apenas para preservação da tatuagem, como o uso de filtro solar e hidratantes.

10 – Será preciso retocar

10

Inevitavelmente, com o passar dos anos, será necessário retocar o desenho, para que ele fique com o mesmo brilho e vivacidade de quando você fez. Além de possíveis falhas que podem aparecer ao longo do tempo, pelos mais variados motivos.

As pessoas que fazem tatuagens normalmente são 8 ou 80, ou detestam e nunca mais querem fazer ou amam e querem encher o corpo com os mais belos desenhos. E você? Tem tatuagem? Quantas? Como foi fazer a primeira? Tem vontade de fazer mais? Conte para nós sua experiência. Sugestões, dúvidas, correções? Não se esqueçam de comentar com a gente!

Escreva Um Comentário